Assista nossos programas:

sábado, 10 de junho de 2017

Brasil ganha primeiro cachorro sintético para aulas de veterinária que elimina sacrifício animal


















Modelo fornecido pela Csanmek e adquirido pela Faculdade das Américas segue a tendência mundial de acabar com o uso de cadáveres em salas de aula


O curso de medicina veterinária da Faculdade das Américas (FAM) é o primeiro no Brasil a utilizar modelo canino sintético para aulas de anatomia, fornecido com exclusividade pela empresa brasileira Csanmek, especializada em sistemas e soluções para o mercado educacional. A aquisição segue a tendência mundial de eliminar o sacrifício e o uso de animais em salas de aula.

Chamado de Syndaver Canine, o cachorro sintético será utilizado para simulações cirúrgicas e treinamentos de habilidades. O modelo é desenvolvido com textura e densidade similares às estruturas anatômicas reais e contém todos os sistemas e órgãos do corpo canino, permitindo a realização de cirurgias, dissecações, entubações e demais procedimentos veterinários.

O cachorro sintético integra o sistema multidisciplinar da FAM para o ensino da veterinária e será utilizado junto com a Plataforma 3D de simulações de anatomia, desenvolvida pela Csanmek. O equipamento funciona como uma mesa que exibe modelos tridimensionais altamente detalhados e anatomicamente corretos de todos os sistemas do corpo canino, que permite aos alunos realizar dissecações virtuais e ter acesso a locais que dificilmente teriam em um cadáver real.

O simulador 3D utilizado na FAM possui ainda uma ferramenta de integração entre hospitais e salas de aula e oferece aos alunos a possibilidade de estudar casos clínicos e exames reais de animais, pois permite que os professores convertam tomografias e ressonâncias magnéticas em 3D, com acesso total e irrestrito a anatomia real.

“Todos os anos, milhares de animais são sacrificados para o ensino. Essa tecnologia foi desenvolvida para reduzir esses números e modificar esse cenário, pois o simulador cirúrgico permite que os alunos utilizem um modelo realístico com todos os sistemas e órgãos na mesma coloração e densidade do real”, comenta Claudio Santana, fundador da Csanmek Tecnologia.

“Apesar de ser um equipamento para educação, a plataforma 3D também é utilizada por médicos e profissionais da saúde no dia a dia, para melhorar o aprendizado e compreensão das estruturas anatômicas reais e modeladas, e, junto com o Syndaver Canine, formou-se o cenário ideal", conclui Santana.

Sobre a Csanmek (http://www.csanmek.com)

A CSANMEK é uma empresa brasileira que surgiu com a missão de ser referência em novas tecnologias de simulação, para auxiliar as técnicas educacionais no uso das metodologias ativas. Desenvolve ferramentas e projetos educacionais para suporte aos docentes e discentes, visando melhor qualificação para futuros profissionais das diversas áreas da saúde. Com dois anos no mercado, a empresa atua no desenvolvimento de soluções para atender as necessidades das instituições de ensino, trazendo sempre o que há de melhor no mercado mundial.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Startup localiza pet shops e veterinários para donos de animais gratuitamente




Plataforma oferece catálogo virtual de lojas e profissionais especializados em animais de todo Brasil e cupons de desconto para diversos serviços

Ser dono de um animal de estimação não é tarefa das mais simples. Cada raça e espécie precisa de um cuidado especial, uma ração de qualidade, um cantinho confortável para poder descansar, brinquedos para se distrair, entre outras coisas. Com tudo isso, fica complicado encontrar um local que tenha todo o necessário para a qualidade de vida do bichinho. Porém, a startup PetZap (www.petzap.com.br) chega para solucionar esse problema, colocando o usuário a apenas um clique de serviços para pets em sua região.

A plataforma é exclusiva para o segmento de pets, mostrando a localidade de cada pet shop e serviços relacionados próximos ao dono do animal, além de reunir cupons promocionais exclusivos, prometendo deixar a tarefa de ser um “pai” ou uma “mãe” ainda mais fácil e sem pesar no bolso do consumidor.

Já por outro lado, a PetZap objetiva deixar os pet shops e profissionais de animais, tais como veterinários, banho e tosa e etc, ainda mais atraentes, com um lugar específico para que seu marketing seja feito, disponibilizando bônus e cupons de descontos para novos clientes, fazendo assim a fidelização do seu consumidor.

“Queremos facilitar a vida dos donos de animais de estimação e dos prestadores de serviços com um negócio extremamente atraente para ambos. Por um lado, é uma ferramenta de marketing online com alto poder de conversão, atingindo potenciais consumidores, possibilitando também que prestadores de serviços atraiam e fidelizem novos clientes, anunciando descontos atraentes na plataforma. Os cupons vão além de descontos no valor dos serviços, bem como bônus oferecidos tais como: vacinas, banho e tosa e etc ”, explicou João Junior, que, juntamente com a médica-veterinária Andressa Leone e o também sócio Jean Bernardo, fundou a PetZap, unindo a tecnologia e o perfil do mundo animal em um só lugar.

“O funcionamento do site é simples. Com apenas um clique, o usuário pode fazer uma busca por serviços pets próximos e escolher o que prefere, e com um rápido cadastro, ele terá acesso a promoções exclusivas oferecidas pelos prestadores de serviços de sua região”, afirmou Jean Bernardo, cofundador da plataforma.

Para empreendedores - Com planos de divulgação diferentes, desde gratuitos até os mais completos, os profissionais pets possuem uma forma simples e eficiente de divulgar o seu negócio através do PetZap, facilitando para que a sua presença online seja realizada e firmada através da plataforma. Além disso, o marketplace permite a divulgação de bônus e cupons de desconto, sendo uma forma eficiente de fidelizar o seu cliente.

Previsão de crescimento - O setor pet deverá atingir um faturamento de R$ 19,2 bilhões até o final de 2016, de acordo com previsões da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet). Trata-se de um crescimento de 6,7% em comparação a 2015.

“O mercado pet brasileiro é o segundo maior do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e há ainda muito espaço para crescer. O segmento tem apresentado números positivos apesar da recessão econômica”, concluiu Jean Bernardo.