Assista nossos programas:

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Estudo eletrofisiológico em pequenos animais

Hospital Pet Care realiza primeiro estudo eletrofisiológico em pequenos animais na América Latina para descobrir causas da arritmia cardíaca

Equipe veterinária do hospital Pet Care fará um estudo eletrofisiológico no coração de um cão com auxilio de médicas eletrofisiologistas hoje, dia 2, na unidade Morumbi

Um procedimento inédito na América Latina será realizado hoje (02), pela equipe veterinária do hospital Pet Care com o auxílio do chefe do setor de arritmia do Hospital Albert Einstein. O procedimento será realizado em um cão, que veio do Rio de Janeiro somente para a operação, trata-se de uma cirurgia micro invasiva, via cateter, para descobrir qual parte do músculo cardíaco está alterado, causando uma arritmia. Assim que localizado, os veterinários farão a ablação do foco da arritmia.

A equipe que participará do procedimento é composta, a princípio, por três veterinários cardiologistas e três médicos cardiologistas. Os profissionais têm o intuito de encontrar o ponto defeituoso de condução elétrica do músculo cardíaco e tentar destruí-lo. Além de controlar os riscos que poderão aparecer durante o processo.


Estudo eletrofisiológico


Consiste na introdução de cateteres em locais específicos do coração para, assim, encontrar e estudar os defeitos no sistema do órgão. O estudo também permite descobrir o local de origem da arritmia cardíaca do animal ou pessoa, sendo muito importante para expor as causas das palpitações e também de desmaios.


Sobre o Hospital Veterinário Pet Care


Fundado em 1990, o Hospital Veterinário Pet Care oferece a mais completa estrutura de atendimento clínico, cirúrgico e diagnóstico para pequenos animais. Seu corpo clínico é constituído por mais de 80 veterinários e especialistas altamente qualificados, com formação nas melhores escolas de Medicina Veterinária. Com atendimento 24 horas para casos emergenciais, o hospital atende a diversas especialidades (entre elas cardiologia, neurologia, ortopedia, endocrinologia e dermatologia) e conta com equipamentos de diagnósticos de última geração, plano de saúde próprio (com direito a tratamento periodontal), salas de internação e Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Serviço:

Hospital Veterinário Pet Care
www.petcare.com.br
Unidade Ibirapuera: Av. República do Líbano, 270 – São Paulo
Unidade Pacaembu: Av. Pacaembu, 1839 – São Paulo
Unidade Morumbi: Av. Giovanni Gronchi, 3001 – São Paulo
Unidade Tatuapé: Rua Serra do Japi, 965 – São Paulo

Dez sinais que indicam que há algo errado com o cão



Falta de apetite, dificuldade para se movimentar, urina em excesso, entre outros males, podem sinalizar doença, esclarece a veterinária Karina Mussolino, da Pet Center Marginal/Petz

Como crianças, cães não sabem falar quando estão doentes, mas sempre sinalizam de alguma forma. A rede Pet Center Marginal/Petz elencou alguns sintomas que indicam algo errado. Veja quais nas explicações da médica veterinária Karina Mussolino, gerente técnica das clínicas do Petz.

Amuados e escondidos
Em geral, eles escolhem um lugar da casa para se esconder, se afastar, porque não se sentem bem. É importante que o tutor preste atenção, pois não se trata de uma brincadeira.

Urina em lugares inusitados e em quantidades maiores

Aqueles acostumados a passeios podem urinar em casa em dias de chuva porque não puderam aliviar-se na rua. Muitos idosos sofrem de incontinência urinária, mas neste caso a urina fora do lugar demarcado pode ser sintoma de diabetes ou algum tipo de infecção urinária ou males renais.

Letargia, sem vontade de brincar e com respiração ofegante
Como os humanos, quando não se sentem bem, os cães perdem energia pra brincar. Ficam mais sonolentos e tristes.

Vômitos

É comum que os animais vomitem uma vez ao outra por algo que tenham comido, mas várias vezes no mesmo dia, pode ser sinal de uma grave intoxicação que exige a procura imediata de socorro médico. Há casos de envenenamento que começam dessas forma.

Diarreia
É um problema grave que pode indicar uma série de doenças, além disso desidrata o animal. Podem indicar infecções provocadas por parasitas, intoxicações e até problemas gastrointestinais, curiosos muitos cães costumam comer o que enxergam na frente. Se houver sangue nas fezes, o a atenção deve ser dobrada.

Falta de apetite
Se perceber que o cão não está comendo, o tutor deve levá-lo imediatamente ao veterinário. A vontade de não comer pode sinalizar febre (provocada por algum vírus), dor e estresse. Não perca tempo e leve o bichinho ao centro veterinário o quanto antes.

Tosse
A tosse crônica, aquela que dura semanas, pode indicar problemas cardíacos, doenças pulmonares ou infecções respiratórias. Em filhotes, todo cuidado é necessário porque ela pode evoluir para uma pneumonia.

Perda de pelo
Pulgas, carrapatos e sarna são as principais causas da queda de pelo nos cães. Mas também podem indicar problemas endocrinológicos, fungos ou até infecção por estafilococos. Dependendo da avaliação do médico veterinário, um teste hormonal pode ser exigido para ajudar a avaliar o quadro.

Dificuldade para andar, pular e até se levantar
Isso pode sinalizar problemas no quadril e na coluna. Além de rompimentos nos ligamentos ou até hérnia de disco. Cães muito obesos costumam sofrer de dores pelo próprio excesso de peso. Há ainda a artrite que ataca cães mais idosos.

Aumento do volume do abdômen e gases, palidez da mucosa gengival e angústia respiratória
Acompanhada de náusea, inquietação, sensibilidade no abdômen ao ser tocado, secreção excessiva de saliva e palidez da mucosa gengival, a torção gástrica, doenças mais comum em animais de grande porte pode ser fatal. Na verdade, ocorre uma dilatação do estômago, seguida da torção desse órgão sobre si mesmo, levando à intensificação da fermentação e aprisionamento de gás e alimento em seu interior. Pode ser causada pelo ingestão excessiva de alimentos ou água. Se o animal não for socorrido rapidamente, pode morrer dentro de poucas horas (6 a 12 horas). O ideal é oferecer ao animal pequenas porções de alimento e evitar exercício após refeição.

Sobre o Pet Center Marginal - Petz Maior rede de pet shops e centros veterinários e estéticos do país, o Pet Center Marginal está mudando de nome, passará a se chamar Petz. Por enquanto a nova marca foi lançada no Rio de Janeiro, Distrito Federal e Goiânia, gradativamente será implementada em todas as 28 lojas da rede, hoje presente em 13 cidades distintas, incluindo São Paulo e litoral, Grande São Paulo e Interior. As unidades oferecem um mix de 20 mil produtos, como roupas, acessórios, brinquedos, alimentos, centro de estética com banho e tosa e uma série de produtos exclusivos. As lojas da rede são divididas em Pet Safari, com aves, roedores e peixes, espaço de venda para produtos, setor de aquarismo, farmácia veterinária, clínicas veterinárias, venda de filhotes e espaço para feiras de adoção que acontecem nos finais de semana. O grupo também conta com centro veterinário de alta complexidade, na avenida Pacaembu, 1.140, em São Paulo, onde há centro cirúrgico, UTI, sala de internação com serviço onde o tutor pode se internar com o pet, além de exames de diagnóstico em equipamentos de última geração (raio-x digital, ultrassom com doppler). A Pet Center Marginal oferece ainda um programa de fidelidade no qual o cliente recebe 10% do valor de compras acima de R$ 150,00 para consumir no mês seguinte. A rede ainda cobre ofertas anunciadas pela concorrência e devolve a diferença. Uma série de projetos sociais são mantidos ou apoiados pelo grupo, como o “Eu Alimento Animal Carente”, que reverte parte dos alimentos vendidos às ONGs apoiadas por cada megalojas. Já no projeto “Meu Novo Amigo”, as unidades oferecem um espaço aos finais de semana para ONGs realizarem feiras de adoção.

2° SP Dog Run recebe 5.000 pessoas no estacionamento do Shopping SP Market

No último domingo (12), a segunda edição do evento reuniu corredores e seus cães para um domingo divertido, com muitas atrações e sorteios durante e após as provas Cãorrida e Cãominha
Na manhã do último domingo (12), a segunda edição do evento SP Dog Run reuniu cerca de 1.500 competidores e seus cães, e outros 3.500 acompanhantes, no estacionamento do Shopping SP Market para uma divertida corrida com seus cães. Ambos os percursos, Cãorrida e Cãominhada, foram de 2 km cada e montados no estacionamento do shopping.

A Cãorrida teve início pontualmente às 8h30. O vencedor da categoria masculina foi o César Miguel Momesso Santos e seu cão sem raça definida. Os dois concluíram o percurso em apenas 5m e 40s. Já na categoria feminina, a vencedora foi a Adriana Overgoor e seu pet também SRD. O percurso da dupla foi realizado em 7m e 52s.



A Cãominhada também teve seu início pontualmente às 9h. Nesta modalidade, podiam participar mais pessoas da família com apenas um animal, ou uma pessoa com mais cães, diferente da Cãorrida, cujo regulamento só permite a participação de uma pessoa com um cachorro.


Atrações e segurança

Após as provas, os tutores e seus animais puderam participar de vários sorteios, no qual foram presenteados com sacos de ração Premium, kits com guloseimas e brinquedos, todos oferecidos por empresas parceiras. O evento também contou com a “Tenda Pet Fashion”, com exposição de roupas e acessórios, e a “Tenda Pet Gourmet”, com comidinhas especialmente desenvolvidas para os cães.

Toda a estrutura do evento também foi pensada para oferecer segurança e conforto aos participantes. As provas foram acompanhadas por uma equipe médica que incluiu especialistas em saúde animal e humana.

Sobre a Pet Party
Fundada em 2008 pela publicitária Carla Zajdenwerg, a Pet Party é uma empresa especializada em organizar eventos voltados para animais de estimação e seus donos. A proposta surgiu da ideia de unir dois universos que a empresária compartilha – a experiência de 10 anos na organização de eventos sociais e corporativos, e o amor pelos animais. Pioneira no mercado pet, a Pet Party é referência na organização de festas de aniversário, casamentos, encontros para cães, entre outros eventos, sempre trabalhando com buffet, decoração e locação de espaços exclusivos para melhor atendê-los. Também foi pioneira em trazer para o Brasil eventos esportivos - corridas e caminhadas - para pets e seus donos.



Sobre a SportsFuse

A SportsFuse é uma empresa especializada na organização de eventos e competições esportivas, sendo que seu principal objetivo é proporcionar conforto, qualidade e segurança aos participantes das mais diversas modalidades. Em 2014, a SportsFuse completa 11 anos de atividades em todo o Brasil, oferecendo sempre as melhores condições de apoio e estrutura para os atletas que desejam alcançar seus melhores resultados em nossos eventos.

Pet Center Marginal muda de nome e inaugura primeira loja conceito Petz em São Paulo

A nova marca estreia em grande estilo com loja no bairro do Morumbi, incluindo aquário com 8 mil litros, centro estético, espaço para filhotes e clínica veterinária com equipamentos de última geração
A primeira loja do Petz em São Paulo abre suas portas nesta quinta, 30 de abril, no bairro do Morumbi, marcando a mudança de nome da rede Pet Center Marginal. Somando 27 unidades da empresa no País, a abertura da nova loja é o ponto de partida de uma nova fase na história da maior rede de pet shops, centros veterinários e estéticos; que busca alcançar 100 lojas no Brasil dentro dos próximos seis anos – adaptando-se a novos conceitos que beneficiam clientes, pets e colaboradores.
Localizada na Rua Aureliano Guimarães, nº 201, (esquina da Av. Giovanni Gronchi, junto a Smartfit), o espaço com 1.300 m² - assinado pelo renomado arquiteto Julio Takano - convida o consumidor para um passeio agradável e cheio de novas experiências. 
“O projeto da megaloja destaca uma ambientação aconchegante, que aproveita a iluminação natural e toda a nossa expertise de 12 anos de atividade no setor, oferecendo ao cliente uma comunicação visual organizada e que facilita a localização do produto desejado entre os mais de 10 mil itens da loja", descreve Sergio Zimerman, presidente do Grupo Petz.
Fotos: Divulgação/Marcelo Barabani

Para agilizar o processo, a loja é dividida em mundos diferentes – contando com setores exclusivos para cães, gatos, filhotes, aquarismo e Vila dos Pets (com aves, coelhos e roedores). "Todo o layout foi pensado justamente para facilitar a vida do cliente, inclusive com conteúdo educativo espalhado de diversas maneiras. Um dos grandes diferenciais é que temos pets por toda a loja, e trabalhamos o conceito de incluir mais vida na experiência das pessoas", resume Zimerman.
Com uma densidade populacional importante, o bairro do Morumbi foi o escolhido para abrigar a primeira de oito lojas Petz que serão inauguradas no País até o fim de 2015 – dando continuidade ao plano de expansão iniciado em 2012, que já somou 16 novas unidades à rede. Triplicando seu faturamento no mercado ao longo dos últimos quatro anos, a marca que agora assume o nome Petz já fatura R$ 340 milhões anuais, provando que o setor e a rede ainda têm muito a crescer.
Carinho e cuidados especiais
Todo o Centro de Estética é envidraçado, permitindo que o processo de banho e tosa seja acompanhado, enquanto é realizado pelos experientes banhistas e esteticistas da família Petz - que recebem treinamentos e atualizações administradas por ninguém menos que o groomer mais premiado do mundo e favorito entre as celebridades: William Galharde, gerente do Petz Estética.
Para atender a demanda geral da rede, o espaço (de 100 m²) permite o banho de até seis pets ao mesmo tempo, dando maior agilidade ao serviço. "Além das unidades individuais de banho e máquinas de secagem, há serviço de ofurô destinado aos tratamentos estéticos exclusivos do Petz, incluindo escovas de argan e chocolate, banho de lama do Mar Morto, patacure (corte e pintura de unhas) e tosas que já são tendência no mundo pet: como militar, japonesa e bebê", conta Galharde.
Recebendo os bichinhos de estimação de forma diferenciada, o Petz Estética conta com colaboradores familiarizados com técnicas de comportamento animal – amenizando o medo e a desconfiança que alguns deles sentem na hora do banho ou da tosa. O corte das unhas, a escovação dos dentes, a limpeza dos ouvidos e dos olhos também fazem parte dos pacotes do centro de estética, e os secadores usados têm barulho amenizado para não incomodar ou assustar os pets.
Cantinho dos filhotes
O local que abriga os filhotes de cães e gatos se transformou numa grande maternidade, onde os "bebês" têm espaço ampliado para brincar, correr e socializar com o público, mas sem contato direto - preservando a saúde, já que não receberam as vacinas de acordo com a faixa etária.
"Os bebês do Petz vêm de canis responsáveis, e os nossos veterinários fazem visitas para checar as instalações e as condições do pet nesses locais. Além disso, passam por um check-up completo logo que chegam, recebendo as primeiras doses de vacinas, os medicamentos para verminoses e sendo castrados. Nós cuidamos do pet antes que ele seja acolhido por uma nova família, com todo cuidado e amor”, conta a Dra. Giulliana Tessari, gerente técnica de filhotes Petz.  
Os funcionários do setor também passam por cursos em que aprendem as características de cada raça para poder aconselhar os tutores e lembrá-los sobre a atenção especial que os filhotes exigem nesta fase – ressaltando que um pet só deve ser adotado se a família estiver certa dessa decisão e em condições de tratá-lo bem por todos os seus anos de vida.
Medicina veterinária de última geração
Além de equipamentos de última geração e da expertise de profissionais conceituados em todas as especialidades do ramo, o Petz Veterinária da unidade tem um espaço de triagem especial para evitar que os pets doentes entrem em contato com os demais. Para garantir maior agilidade em procedimentos de emergência, há duas entradas de acesso: uma pela loja e outra pelo estacionamento.
Com capacidade para realizar até mil atendimentos clínicos e cirúrgicos mensais, o centro conta com dois consultórios, sala de imunização e sala de administração de fluídos, além de um centro cirúrgico completo para atender diferentes espécies de animais; incluindo cães, gatos, peixes, aves, roedores, coelhos, chinchilas e furões.
Recebendo todos os pets com carinho e respeito, o Petz Veterinária engloba diferentes especialidades da medicina veterinária, como cardiologia, pediatria, oftalmologia e dermatologia; contando, ainda, com profissionais especializados em pets exóticos.
"Hoje, já há tratamentos como quimioterapia em casos de câncer, cirurgias ortopédicas diferenciadas e a gerontologia veterinária, dedicada aos animais idosos; sendo que antes de qualquer procedimento cirúrgico, o bichinho passa por um check-up de avaliação com exames de sangue e cardíacos. Também fazemos o uso de música clássica para acompanhar exames como o  eletrocardiograma, deixando o pet mais calmo e o exame mais preciso", conta Dra. Valéria Pires Corrêa, Diretora Técnica do Grupo Petz.
Outro detalhe que faz parte do programa de "humanização" do Petz Veterinária é o fato de que as visitas aos animais internados não precisam de horário marcado. "Nosso foco é a saúde, o bem-estar e a recuperação breve do pet, e os animais internados que têm visitas mais frequentes do seu dono recebem alta mais rápido", explica Dra. Valéria. 
Aquarismo


O espaço do aquarismo dentro da unidade conta com 9 metros lineares de bateria de peixes, e também apresenta um corredor que é um show à parte, destacando espécies marinhas e de água doce. “Teremos um aquário diagonal desenhado especialmente para a nova loja, que possibilita uma visão ampla e bem diferente dos peixes - com cerca de 1,50m de largura; 2,30m de altura; e capacidade para 8 mil litros de água", detalha o veterinário Rodrigo Lopez, responsável pelo setor de aquarismo da rede.
Considerado um dos mais populares no segmento (principalmente por causa do filme Procurando Nemo), o Peixe Palhaço estará ainda mais presente e disponível para o público que visitar a loja – e que pode encontrar, ainda, peixes de diversos países como Brasil, Indonésia, África e Austrália.
Vila dos Pets
Um dos espaços preferidos da garotada e dos adultos - por causa de roedores como hamsters e chinchilas, de aves de espécies diversas e de pets como furões e coelhos - chega repaginado na nova loja.  Segundo a Dra. Mariana Pestelli, gerente técnica do Safári Petz, os viveiros são mais espaçosos e a ambientação remete ao habitat natural desses pets, havendo até um ambiente em que as aves podem interagir com o público.
"Sempre estamos disponíveis para esclarecer as dúvidas e deixar explícito quais são as necessidades desses pets. A Chinchila, por exemplo, é um bichinho que está acostumado ao frio e requer um espaço arejado, com temperaturas mais baixas para que possam ter qualidade de vida", explica Mariana.
Eventos de adoção
Um local especial foi selecionado para abrigar os eventos de adoção que são fruto das parcerias do Petz com ONGs, e que já conseguiu um novo lar para mais de 3 mil bichinhos.
"Adotar é o primeiro passo para validar a posse responsável: uma chance única para pets abandonados e que sofrem com o descaso. Ao contrário do que alguns pensam, pets adultos também podem ser uma excelente escolha, pois além de acolhidos, podem ser treinados e se acostumam com o dia-a-dia do cliente", comenta a Dra. Giulliana Tessari, que também é coordenadora do programa de adoção da rede.
De acordo com o presidente do grupo, o espaço para adoção recebeu investimento especial nas parcerias com as ONGs, incluindo uma divulgação maior para que as pessoas conheçam o projeto. "Acreditamos que esse trabalho social é de extrema importância para conscientizar a sociedade sobre posse responsável; e nos eventos de adoção (que acontecem todos os fins de semana), parte do nosso espaço se adapta para receber os pets", explica Zimerman.

Sobre o Petz
O Pet Center Marginal está mudando de nome, agora se chama Petz - Seu Pet Center de Estimação. Na estratégia de expansão nacional, a nova marca foi lançada no Rio de Janeiro, Distrito Federal e Goiânia, e será implantada em todas as 28 lojas da rede, hoje presente em 13 cidades, incluindo São Paulo Capital, Litoral e Interior. Nossas unidades oferecem um mix de 20 mil produtos, como acessórios, brinquedos e alimentos, além de serviços especializados de banho e tosa, centro veterinário e farmácia para pets.
Os clientes podem circular junto aos pets do Safari, com aves, roedores e peixes, Aquarismo e Filhotes. Aos fins de semana apoiamos e realizamos eventos de adoção em todas as nossas lojas com ONGs parceiras. O Petz oferece ainda um programa de fidelidade no qual o cliente recebe até 10% do valor de compras acima de R$ 150,00 para consumir no mês seguinte. A rede ainda cobre ofertas anunciadas pela concorrência e devolve a diferença acrescida de 20%. Venha conhecer! www.petz.com.br

07/05 - Dia Nacional da Saúde Ocular: Cães sofrem de glaucoma

A doença também afeta os pets, é importante que o tutor reconheça o mal para evitar a perda da visão nos dois olhos, alerta veterinária do Pet Center Marginal/Petz

Um das principais causas de cegueira em cães é o glaucoma, doença oftalmológica que se caracteriza por uma neuropatia óptica progressiva com o aumento da pressão intra ocular. Mais comum em determinadas raças (Cocker Spaniel, Basset Hound, Beagle, Shitzu, Husky Siberiano e Chow Chow) , mas sendo também resultado de traumatismos, inflamações e câncer, a doença exige atenção especial do tutor, alerta a médica veterinária Natalie Rodrigues, especialista em oftalmologia, da rede Pet Center Marginal/Petz.

Diferentemente do que acontece com os humanos,o glaucoma costuma ser diagnosticado em estágios avançados no animal, quando parte da visão já foi perdida. Segundo a veterinária, isso não significa, no entanto, que a doença não exija cuidados. "Pelo contrário, como provoca dor intensa, ela deve ser tratada para evitar que o animal sofra e para monitorar o olho que ainda não tem a doença”, informa a especialista.

Olhos avermelhados, mais fechados, pupilas dilatadas e opacidade de córnea são alguns dos sinais mais evidentes e comuns da doença que podem ser identificados pelo tutor.

A melhor maneira de preveni-la é com as visitas anuais do cão ao veterinário que consegue identificar o glaucoma em estágio inicial com o exame de fundo de olho e com o tonômetro - nome do aparelho que consegue medir a pressão dos olhos dos animais. Feito no próprio consultório, o teste não dura mais do que 50 segundos.

"Com colírio anestésico encostamos bem de leve o aparelho na córnea do paciente. Se diagnosticado precocemente, evitamos algumas das sequelas do glaucoma", avisa.

O olho do animal é formado por um líquido chamado de humor aquoso que está sempre sendo produzido e eliminado. Quando, por alguma causa, isso não ocorre, há aumento na pressão interna do olho, causando danos a uma série de estruturas oculares internas.

Os veterinários classificam o glaucoma em dois tipos: primário e secundário. O primário é mais frequente em determinadas raças. Já o secundário acontece quando algo impede a drenagem desse líquido, como inflamações, traumas oculares e até tumores.

Sobre o Pet Center Marginal - Petz Maior rede de pet shops e centros veterinários e estéticos do país, o Pet Center Marginal está mudando de nome, passará a se chamar Petz. Por enquanto a nova marca foi lançada no Rio de Janeiro, Distrito Federal e Goiânia e São Paulo (com loja conceito no Morumbri), gradativamente será implementada em todas as 27 lojas da rede, hoje presente em 13 cidades distintas, incluindo São Paulo e litoral, Grande São Paulo e Interior. As unidades oferecem um mix de 20 mil produtos, como roupas, acessórios, brinquedos, alimentos, centro de estética com banho e tosa e uma série de produtos exclusivos. As lojas da rede são divididas em Pet Safari, com aves, roedores e peixes, espaço de venda para produtos, setor de aquarismo, farmácia veterinária, clínicas veterinárias, venda de filhotes e espaço para feiras de adoção que acontecem nos finais de semana. O grupo também conta com centro veterinário de alta complexidade, na avenida Pacaembu, 1.140, em São Paulo, onde há centro cirúrgico, UTI, sala de internação com serviço onde o tutor pode se internar com o pet, além de exames de diagnóstico em equipamentos de última geração (raio-x digital, ultrassom com doppler). A Pet Center Marginal oferece ainda um programa de fidelidade no qual o cliente recebe 10% do valor de compras acima de R$ 150,00 para consumir no mês seguinte. A rede ainda cobre ofertas anunciadas pela concorrência e devolve a diferença.

ABSORVENTE PREMIUM PET SOCIETY® TRAZ PRATICIDADE PARA O DIA A DIA DO VETERINÁRIO



CAMPO CIRÚRGICO

Com o objetivo de oferecer soluções que facilitem a rotina do veterinário, a Pet Society® oferece ao mercado os Campos Cirúrgicos Absorventes Premium, um produto descartável, prático, higiênico, seguro e com fenestra adaptável. Ele apresenta camada impermeável, que isola o paciente, e camada absorvente extra e solda ultrassônica radial que retém sangue, líquido e secreções.

“O produto aumenta a antissepsia e diminui os riscos que são frequentes devido à incorreta esterilização do material usado durante o procedimento cirúrgico. É um material de valor acessível que chega ao mercado com a promessa de satisfação total do veterinário, que terá a certeza de utilizar um produto de qualidade e segurança dentro da sua clínica”, explica Salua Carolina Cataneo, médica veterinária e coordenadora da linha Clinical Pet Society®.

No quesito higienização e esterilização os Campos Cirúrgicos Absorventes Premium geram maior confiança tanto para o veterinário, quanto para o proprietário do pet, por promover uma cirurgia limpa e rápida – o animal não ficará com a pele manchada por fluidos ou sangue, devido a camada impermeável. “O veterinário tem a sua sala de cirurgia com o mínimo de sujidades, sendo mais rápida a higienização e preparação para o próximo procedimento.”, diz a especialista.

O produto faz parte do procedimento operacional padrão assim como os EPI (Equipamento de Proteção Individual) do veterinário, tal qual a técnica cirúrgica, a higienização e esterilização de todo material e sala cirúrgica. “Todas essas medidas visam minimizar os riscos causados por um procedimento, são medidas de assepsia, ou seja, para impedir que um determinado meio seja contaminado ou infectado.”, informa a médica veterinária.

Os Campos Cirúrgicos Absorventes Premium Pet Society® são uma solução inovadora ao mercado pet. O produto oferece segurança, qualidade e aperfeiçoamento da prática baseada em Halsted, que no ano de 1913 descreveu pela primeira vez sobre o Princípio Antisséptico da Prática Cirúrgica que são os cuidados para que todo o processo da cirurgia pré, trans e pós-operatória sejam feitos de maneira a diminuir os riscos de contaminação e infecção cruzada.

O produto é oferecido em dois tamanhos: M: 0,70 x 1,00 m com caixas de 8 unidades e o G: 1,00 x 1,20 m com caixas de 6 unidades.

SOBRE A PET SOCIETY®

A Pet Society® foi inaugurada em 2004 para oferecer produtos inovadores e de qualidade para a beleza e saúde animal, de alto desempenho e eficácia. Com uma fábrica moderna, que segue elevados padrões de qualidade, a Pet Society® é reconhecida por agregar valor aos diferentes negócios pet, oferecendo produtos seguros, inovadores e eficazes, de excelente custo/benefício. Isso tudo desenvolvido com muito respeito e cuidado pelo meio ambiente, pelos profissionais da área e, principalmente, pelos animais de estimação.

Para mais informações, acesse: www.petsociety.com.br

Acompanhe também no Facebook: facebook.com/psocietyprofissional

facebook.com/psocietyoficial

sábado, 2 de maio de 2015

Petplan traz expertise internacional para o crescente mercado Pet no Brasil


Líder mundial, marca investe em parceria com a companhia de seguros australiana QBE para inovar o segmento de saúde animal no País.

Com dimensões continentais, o Brasil concentra 58 milhões de cães e gatos que gastam anualmente R$ 16 Bi, este mercado aparenta estar acima de qualquer solavanco da economia. O processo de “humanização” dos animais de estimação e o decorrente surgimento de novas necessidades, nunca antes imaginadas, aliada à melhora no poder de compra das classes C e D, contribuíram para a recente explosão deste nicho.

De olho neste potencial, as empresas Petplan, maior seguro pet do mundo, e a QBE, uma das 25 maiores seguradoras do mundo, unem esforços e investimentos para oferecer uma gama de seguros saúde animal inéditos no Brasil. “Fomos pioneiros ao trazer o respaldo de uma seguradora para este segmento. Diferentemente de um plano veterinário ou de assistência, entregamos produtos regulamentados pela SUSEP – Superintendência de Seguros Privados. Isso traz muito mais segurança e garantia para o consumidor, que vai receber exatamente aquilo que foi contratado, de forma rápida e eficiente”, explica Marcello Falco, CEO da Petplan Brasil.

A paixão dos consumidores e a alta tecnologia aplicada no segmento são sinal de evolução, investimentos e preços em alta. “A chegada de um pet em casa, geralmente faz com que o dono se apaixone e gaste cada vez mais para vê-lo feliz, bonito e saudável, assim como os demais membros da sua família. A Petplan garante que as pessoas deem o melhor para os seus animais, além de evitar sustos na conta

veterinária, que pode ser muito alta dependendo do tratamento necessário”, afirma Falco.

Segundo dados da companhia de pesquisas Euromonitor, os números mundiais do setor são promissores, especialmente os relacionados aos mercados emergentes. O setor em geral deve crescer 3% em valor de mercado no mundo em 2014. E, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), apenas o mercado brasileiro deve crescer 8,2%.

A Petplan tem atualmente 10.000 segurados no Brasil e é credenciada pelos melhores hospitais 24h, clínicas e laboratórios. São mais de 400 profissionais atendendo todas as especialidades na grande São Paulo. “Amor aos animais, especialização em saúde e alta qualidade são os três pilares que fizeram de Petplan líder mundial no segmento com mais de 1 milhão de animais segurados nos Estados Unidos, Canadá, Europa, Oceania e Brasil”, destaca Falco.

Segundo o CEO, os desafios enfrentados na chegada ao Brasil podem ser concentrados em três pontos: garantir aos consumidores e, principalmente, aos veterinários que a iniciativa era séria. “Eles precisavam se sentir protegidos, saberem que não vamos deixá-los na mão, como foi o caso de tantos que quebraram por falta de experiência em saúde animal e recursos. E, para isso, ser uma seguradora é fundamental”, explica.

Um segundo ponto se refere ao respeito à conduta veterinária e a boa remuneração destes profissionais. “Apesar de oferecer reembolso, temos uma ampla rede referenciada e fazemos questão de remunerá-los bem. Para a clínica veterinária, seguro saúde é garantia de recebimento em dia certo e aumento no faturamento, já que o profissional tem liberdade de exercer o melhor da medicina veterinária, sem se preocupar com a capacidade financeira do dono do animal. Em outros países, a entrada da Petplan propiciou um aumento de até 50% no faturamento das clínicas”, esclarece Falco.

O terceiro ponto, e não menos importante, é oferecer produtos onde o consumidor, de fato, veja benefícios. “Com produtos bastante completos, oferecendo reembolso,

atendimento de urgência e emergência. Os seguros incluem consultas, vacinas, exames laboratoriais e de imagem, internações, cirurgias, parto, castração, vacinas, tratamento odontológico, acupuntura, fisioterapia e auxílio funeral. Os preços variam de R$ 59 a R$ 175 mensais e cada segurado tem até R$ 16.000 para gastar por ano com a saúde do seu pet. É um grande negócio, pois os sustos com acidentes e doenças são frequentes e podem ser maiores ainda na hora de pagar a conta”, afirma Falco.

Para que sejam admitidos no seguro Petplan, os cães devem ter no mínimo seis semanas de vida independente da raça e do porte. Após a entrada no plano, não há limites de idade para a permanência no mesmo. Ao contratar o seguro Petplan, o dono deverá levar seu cão para uma avaliação médica e microchipagem. “O implante de microchip é gratuito e muito importante para a identificação do animal, evitando fraudes e proporcionando maior agilidade e segurança na hora do atendimento veterinário”, complementa Falco.

Todos os serviços oferecidos pela Petplan são regulamentados pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) e o Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV).

www.petplan.com.br