Assista nossos programas:

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Curso de Cognição e Comportamento de Psitacídeos

A Irene Pepperberg, pesquisadora e autora do livro Alex e eu, está vindo para o Brasil para ministrar nosso curso de Cognição e Comportamento de Psitacídeos.

No curso, eu vou apresentar como eu treinei a Kita, uma periquitinha australiana de 30g, a fazer Agility em apenas 5 dias. Olha só o vídeo dela:
A Irene revolucionou a forma que a ciência enxerga cognição animal.

Suas pesquisas comprovaram que a inteligência dos psitacídeos vai muito além do que se podia imaginar.

Quando morreu precocemente aos 31 anos de idade, em 2007, Alex conhecia:

• o nome de mais de 100 objetos, ações e cores
• podia identificar o material de que eram feitos os objetos
• contava objetos em conjuntos de até 6 elementos e estava aprendendo os números 7 e o 8
• exibia habilidades matemáticas consideradas avançados para a inteligência animal, tendo desenvolvido o conceito de zero, além de ser capaz de inferir a conexão entre os numerais escritos e a vocalização do número
• Além disto, estava aprendendo a ler os sons de várias letras e tinha o conceito de fonemas e de como estes sons formam palavras
Resumindo, Alex mostrou possuir uma inteligência notável e a pesquisa revolucionou a ciência cognitiva.

Graças à Irene, hoje podemos compreender muito melhor os nossos companheiros de penas.

Amanhã (29/10) faremos um bate-papo online contando o que cada um espera do curso e você está convidado!

Para participar, basta se inscrever aqui:

http://palestras.tudodecao.com.br

Tema: Irene Pepperberg no Brasil
Data: 29/10/2015
Horário: 20h (horário de Brasília)
Inscrições: http://palestras.tudodecao.com.br

O bate-papo será online, gratuito e ao vivo.


terça-feira, 29 de setembro de 2015

Canil da Polícia Militar completa 65 anos de serviços à população

A Polícia Militar conta com 294 cães treinados em todo o Estado de São Paulo
O Canil Central da Polícia Militar completou este mês 65 anos de serviços à população do Estado de São Paulo. A solenidade de aniversário da unidade, que faz parte do Comando de Policiamento de Choque (CPChq) aconteceu na manhã desta terça-feira (29), na zona norte da Capital, com a presença do secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, que recebeu a medalha em alusão ao cinquentenário da unidade.

“Tenho alegria e satisfação em receber essa honraria. É muito importante relembrar a história da PM e do Canil, este importantíssimo instrumento de combate à criminalidade, às drogas, ao narcotráfico e também de auxílio à vida nos resgates”.

O canil começou a funcionar em 15 de setembro de 1950, quando o então capitão da Força Pública Djanir Caldas trouxe da Argentina técnicas da cirotecnia, uma ciência que estuda – entre outras coisas – o comportamento dos cães. Os trabalhos começaram com quatro cães da raça Pastor Alemão, também vindos também do país vizinho ao Brasil.

Atualmente, o Canil Central conta com 52 cães treinados de nove raças diferentes, entre elas, pastores alemães e belgas e labradores. A unidade, que é subordinada ao 3º Batalhão de Policiamento de Choque (BPChq) “Humaitá”, conta com cerca de 120 agentes e 24 viaturas. Ao todo, há 294 cães treinados em todo o Estado.

Para ingressar no canil, os animais passam por testes comportamentais, morfológicos e genéticos. Os cães selecionados passam por um treinamento que dura de um ano a um ano e meio, em média. Eles trabalham até os oito anos e, após a aposentadoria, são encaminhados para adoção. Nesse processo, tem prioridade o PM que trabalhou por mais tempo com o cão.

A Polícia Militar conta com 23 canis setoriais espalhados pelo Estado, além da unidade central paulistana. Apenas na Região Metropolitana de São Paulo, há três unidades: em Osasco, Franco da Rocha e Suzano. O 1º Grupamento de Bombeiros (GB), sediado no Cambuci, no Centro de São Paulo, também conta com um canil.

As demais 19 unidades ficam no interior paulista: em Araçatuba, Araraquara, Assis, Barretos, Bauru, Campinas, Jaú, Marília, Panorama, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santos, São José do Rio Preto, Sertãozinho, Sorocaba, Tatuí e Taubaté.

Produtividade

“Quero agradecer a PM de São Paulo, a cada um de vocês, comandantes, oficiais e praças, pelo trabalho, competência, lealdade nesses nove meses de gestão. Graças ao trabalho de vocês nós conseguimos diminuir todos os índices de criminalidade”, destacou o secretário.

Este ano, os cães do Choque participaram de oito buscas e capturas, 93 varreduras antibombas e 131 procuras de drogas. O efetivo da unidade prendeu 72 pessoas em flagrante e abordou outras 6.206, além de ter fiscalizado 1557 carros e motos. De janeiro até agora, foram apreendidos 8,5 quilos de maconha e 9 kg de cocaína.

“Não se pode ignorar ou deixar de valorizar e parabenizar a PM por todos os altos índices de produtividade, pelas apreensões de drogas, pelas prisões em flagrante realizadas, bem como pelas operações feitas. E com isso os resultados aparecem”, completou Moraes.

O secretário relembrou a queda dos principais indicadores de criminalidade. “Nos oito primeiros meses do ano, os índices de homicídios, tanto no mês como no acumulado diminuíram. Vamos terminar o ano com menos de quatro mil mortes. Além disso, outros indicadores, como o de furtos, latrocínios, estupros, roubo de veículos e de carga também apresentaram queda, sendo que este último teve diminuição pelo quarto mês consecutivo”.

Caso Eduardinho

Em meados da década de 1950, o trabalho do canil ganhou repercussão com o resgate do menino Eduardo Jaime Benevides, na época com três anos e meio, na Serra da Cantareira. “Eduardinho”, como ficou conhecido, havia sido sequestrado perto de sua casa e cerca de 100 policiais participaram das investigações.

Contudo, ao lado do soldado Muniz de Sousa, foi o cão Dick quem encontrou a criança, em meio à floresta, chorando, dentro de um buraco de um metro e meio de profundidade. O canil, que estava para ser fechado, ganhou destaque em todo o Estado. Dick recebeu do governo estadual uma coleira de prata e ficou conhecido como um herói.

Medalha

Durante a solenidade em comemoração ao aniversário da companhia, foram entregues 40 medalhas em alusão ao cinquentenário do Canil Central. A medalha foi criada em 8 de abril de 2002 pelo governador Geraldo Alckmin, com o objetivo de homenagear personalidades e instituições que tenham contribuído ou prestado serviços relevantes ao Canil.

Nesta terça-feira (29), foram homenageados, entre outras pessoas, o secretário Alexandre de Moraes, o secretário municipal de Esportes, Lazer e Recreação, Celso Jatene, o presidente da Companhia Energética de São Paulo, Mauro Arce, e o subcomandante da Polícia Militar, coronel Francisco Alberto Aires Mesquita. O evento aconteceu na Associação dos Oficiais da Policia Militar (AOPM), no Tremembé, zona norte da Capital.



quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Pesquisa desenvolvida na UFSCar aponta que interação com cachorros diminui o estresse nos humanos

Laura Garcia - Foto: Isabela Cardoso
Estudo foi desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade

Uma pesquisa desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPsi) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) aponta que a presença dos cachorros relaxa e traz bem-estar e prazer para os humanos em situações consideradas negativas. O estudo, que consiste na análise das interações entre homem e animais, pretende compreender os possíveis efeitos benéficos dessa interação na saúde do ser humano.
Para desenvolver o projeto “Efeitos da presença do cachorro na tolerância e avaliação de situação aversiva”, a mestranda Laura Garcia, responsável pelo estudo, com orientação da professora Camila Domeniconi, docente do Departamento de Psicologia (DPsi) da UFSCar, reuniu um grupo de 30 voluntários com idade entre 22 e 34 anos, sendo 15 homens e 15 mulheres, para verificar se a presença ou o contato com um cachorro altera a forma de como os participantes se sentem em uma situação desagradável.
Para isso, os voluntários da pesquisa foram divididos em três grupos, por meio de um sorteio, e colocados para ouvir um som aversivo composto por 23 notas monofônicas, que foi submetido a seis juízes para validarem sua aversividade. Cada pessoa recebia o fone de ouvido e a instrução de que deveria permanecer em uma sala escutando esse som pelo tempo que fosse confortável. Um grupo ouviu o som em uma sala vazia, outro grupo de pessoas ouviu o som tendo um livro de figuras para folhear, e um terceiro grupo pode interagir com um cachorro enquanto escutava o barulho. E então, os resultados de cada grupo foram comparados.
Segundo a pesquisa, o grupo de pessoas que interagiu com o cachorro tolerou mais tempo o som aversivo, ficando entre 22 e 32 minutos dentro da sala. As pessoas que estavam sozinhas na sala toleraram o barulho por cerca de 17 minutos. Já o grupo que tinha um livro para folhear aguentou aproximadamente 16 minutos dentro do local. Além do tempo de permanência ter sido maior, o grupo que contava com um cachorro para interagir avaliou a sessão mais positivamente, classificando-a como mais serena, legal e agradável, e também afirmaram que se sentiram mais relaxados, confortáveis, animados, divertidos e felizes do que os participantes das outras duas condições. Para Laura, esses dados indicam uma possibilidade já mencionada na literatura de que a interação com animais, especialmente cães, diminui os sintomas de estresse.
Laura Garcia acredita que o diferencial da pesquisa é tentar compreender o que acontece na relação do ser humano e dos cachorros de forma simples, com metodologia replicável e medidas operacionalmente descritas, que é uma lacuna presente nessa área de estudo no Brasil. “Para que os profissionais da saúde possam propor intervenções realmente eficazes utilizando animais, precisamos saber com dados fidedignos o que ocorre, e nosso trabalho tenta contribuir nesse âmbito”, explica a pesquisadora.
O projeto ainda não foi concluído. Laura continua coletando dados e agora analisará a reação de novos participantes com a ajuda de um equipamento de leitura de condutância da pele. Em outubro, a pesquisadora participa no Rio de Janeiro de um Simpósio Internacional sobre atividades e terapias assistidas por animais para trocar conhecimentos e experiências e conhecimentos com outros pesquisadores da área.

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Hospital Pet Care e PremieR Pet oferecem palestras gratuitas sobre cardiopatias e paralisias no programa "Vet We Care"


As apresentações destinadas a médicos veterinários acontecem no dia 16 de agosto em São Paulo


O grupo de hospitais veterinários Pet Care, em parceria com a PremieR Pet, fabricante de alimentos super premium para cães e gatos, apresenta no dia 16 de agosto mais uma edição do programa de aprimoramento para médicos veterinários “Vet We Care”. Os temas Cardiopatias Congênitas e Paralisia serão abordados por quatro grandes especialistas. As apresentações acontecem em São Paulo, das 8h30 às 13h, no anfiteatro da faculdade de medicina veterinária da USP.

A primeira palestra, sobre Cardiopatias Congênitas, será apresentada pelas médicas veterinárias Valeria Martinho Costa de Oliveira e Cristina Torres Amaral. "As cardiopatias congênitas constituem um desafio na prática veterinária. As três mais comuns são a estenose pulmonar, a persistência do ducto arterioso e a estenose subaórtica”, comenta Valéria. “Na maioria das vezes são de fácil reconhecimento pela ecocardiografia, que, além do diagnóstico, traz elementos que permitem avaliar a gravidade da doença e guiar decisões terapêuticas”, completa.

Os médicos veterinários Rafael Parra Lessa e André Romaldini abordarão em sua palestra, “Paralisou, não é discopatia: e agora?”, o diagnóstico diferencial das dores espinhais e paralisias, além das doenças discais, com ênfase nas doenças inflamatórias e neoplásicas da coluna e medula espinhal.

Para participar das palestras, os interessados devem fazer um cadastro no site www.petcare.com.br/veterinario e se inscrever na nova plataforma do site, na aba EVENTOS, ou enviar nome completo e número do CRMV para o email vetwecare@petcare.com.br.

Programação:
8h30: Retirada de material
9h: Cardiopatias Congênitas mais comuns - Revisão e novas perspectivas de tratamento
Palestrantes: M.V.Valeria Martinho Costa de Oliveira e M.V.Cristina Torres Amaral
10h30: Coffee Break
11h00: Paralisou, não é Discopatia: E agora?
Palestrantes: M.V.Rafael Parra Lessa e M.V.André Romaldini
13h: Encerramento

Serviço:
Vet We Care - Cardiopatias Congênitas e Paralisia
Data: 16 de agosto
Local: Anfiteatro da Faculdade de medicina veterinária da USP
Endereço: Avenida Profº Orlando Marques de Paiva - 87 - Cidade Universitária - São Paulo – SP
Início: 8h30
Entrada GRATUITA¹

Inscrições: www.petcare.com.br/veterinario (se cadastrar e se inscrever na aba EVENTOS) ou no email vetwecare@petcare.com.br.
¹apenas para médicos veterinários

Sobre o Hospital Veterinário Pet Care
Fundado em 1990, o Hospital Veterinário Pet Care oferece a mais completa estrutura de atendimento clínico, cirúrgico e diagnóstico para pequenos animais. Seu corpo clínico é constituído por mais de 80 veterinários e especialistas altamente qualificados, com formação nas melhores escolas de Medicina Veterinária.

Com atendimento 24 horas para casos emergenciais, o hospital atende a diversas especialidades (entre elas cardiologia, neurologia, ortopedia, endocrinologia e dermatologia) e conta com equipamentos de diagnósticos de última geração, plano de saúde próprio (com direito a tratamento periodontal), salas de internação e Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Serviço:
Hospital Veterinário Pet Care
www.petcare.com.br

Unidade Ibirapuera: Av. República do Líbano, 270 – São Paulo
Unidade Pacaembu: Av. Pacaembu, 1839 – São Paulo
Unidade Morumbi: Av. Giovanni Gronchi, 3001 – São Paulo
Unidade Tatuapé: Rua Serra do Japi, 965 – São Paulo

Redes sociais:
Blog: http://petcare.com.br/blog/
Twitter: http://twitter.com/hvpetcare
Facebook: http://www.facebook.com/hvpetcare
Sobre a PremieR pet

Pioneira na fabricação de alimentos Super Premium no Brasil, a PremieR pet é uma empresa 100% nacional, especialista em nutrição de alta qualidade para cães e gatos. Com 19 anos de atuação, está presente em todas as regiões do país e possui uma das mais modernas fábricas da América Latina.

Constantes investimentos em tecnologia, pesquisa e desenvolvimento de produtos propiciam à PremieR pet uma atuação marcada pela inovação. Foi a primeira empresa no mundo a desenvolver uma linha alimentos para Raças Específicas, pioneira na produção da linha Ambientes Internos no Brasil, e é a única que detém a tecnologia DUO, que permite variar o cardápio de cães e gatos sem a realização da troca gradativa. Suas mais recentes inovações são a linha de alimentos coadjuvantes PremieR Nutrição Clínica e a linha PremieR Seleção Natural, com proteína de frango Korin.

O portfólio da marca inclui mais de 180 itens, comercializados exclusivamente em pet shops e clínicas veterinárias. Mais informações no sitewww.premierpet.com.br ou pelo Pet Phone: 0800 55 6666 (de segunda àsexta das 8h30 às 17h30).

domingo, 2 de agosto de 2015

Capa PetCar garante conforto aos pets e segurança ao carro


Produzida pela Luxcar, capa para transporte de animais de estimação em automóveis deixa o banco traseiro totalmente protegido de sujeiras, arranhões e dejetos, garante comodidade ao bichinho e ainda é fácil de limpar e guardar. 

A Luxcar, líder no Brasil na venda de produtos e acessórios automotivos com o conceito “Faça Você Mesmo”, inova mais uma vez no mercado com um lançamento que agrada aos motoristas e aos animais de estimação. Trata-se da Capa PetCar, uma capa protetora do banco traseiro do automóvel para o transporte de gatos e cachorros de quaisquer tamanhos. Com a Capa PetCar o animal fica confortável e o banco fica protegido.

A Capa PetCar é impermeável, tem fácil instalação e é confeccionada com materiais altamente resistentes e duráveis que protegem o banco traseiro de qualquer tipo de sujeira, arranhões, líquidos, dejetos, entre outros detritos. A limpeza total da capa se dá somente com o uso de um pano úmido. Depois de limpa, basta dobrar e guardar a capa no porta-malas.

A Capa PetCar é multiuso e também pode ser utilizada para proteger o banco traseiro da areia da praia, lama da pesca, graxa ou qualquer outro tipo de sujeira.

Os produtos Luxcar são encontrados nos melhores supermercados, hipermercados e grandes magazines em todo território nacional.

Preço sugerido: R$ 69,90




www.luxcar.com.br

Sobre a Luxcar

A Luxcar é líder no Brasil no segmento de produtos e acessórios automotivos, sendo pioneira no setor e referência em produtos sob o conceito ‘Faça você mesmo’. Localizada estrategicamente em Campinas (SP), com um uma área construída de 8.000 m², a Luxcar desenvolve internamente todos os seus produtos, onde cada projeto é único e encaminhado para fornecedores que são expertises em suas áreas.

Com mais de 500 itens em seu portfólio, a Luxcar busca a constante atualização de seus produtos, participando de feiras automotivas nacionais e internacionais para trazer em primeira mão as tendências de mercado, com itens de ótima aceitação entre os consumidores, diferenciando-se assim da concorrência.

Os produtos Luxcar são encontrados nos melhores supermercados, hipermercados e grandes magazines, atendendo em todo território nacional.

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Hipertensão: doença pode causar cegueira súbita em animais de estimação caso não tenham acompanhamento médico regular

O tratamento da doença é feito com procedimentos preventivos, como acompanhamento da pressão com aparelho específico e medicamentos anti-hipertensivos


A saúde dos pets precisa ser tratada com atenção. Assim como os seres humanos, a falta de cuidados com a pressão alta pode acarretar sérias complicações também nos animais, afetando diversos órgãos. Segundo o responsável pelo Serviço de Oftalmologia do Hospital Veterinário Pet Care, Dr. Fernando Maia, tanto os cães como os gatos podem apresentar alterações oculares decorrentes da doença, que vão desde sangramento intraocular, pupilas dilatadas, hemorragia de retina, descolamento de retina, até a cegueira súbita. “Esses achados sempre têm prognóstico visual reservado, sendo que em alguns casos a perda visual é irreversível”, afirma.

O veterinário explica que a elevação da pressão arterial frequentemente se deve a outra doença de base, como hipertireoidismo, insuficiência renal, cardiopatia e doenças endócrinas. “Assim como no ser humano, nos animais a hipertensão arterial costuma ser uma doença silenciosa, que não mostra sinais clínicos inicialmente. Entretanto, as manifestações podem ser graves”, diz. Por isso, é fundamental que o animal seja monitorado em consultas de rotina com o médico veterinário, já que a medição da pressão requer aparelhagem especial – por meio dos métodos indiretos de avaliação como o exame oscilométrico e o doppler - e a interpretação dos resultados envolve uma série de fatores que somente um especialista é capaz de identificar. “Ter um diagnóstico antecipado e achar a causa da doença é fundamental para dar início ao tratamento e para garantir uma melhor qualidade de vida ao animal, reduzindo o risco de complicações”, revela.

O tratamento das manifestações oculares da hipertensão arterial é voltado a cuidados preventivos. Os pacientes devem receber medicamentos anti-hipertensivos e ter sua pressão arterial verificada regularmente. É importante que um veterinário oftalmologista acompanhe o caso e que alguns procedimentos clínicos sejam feitos com frequência, como é o caso do exame de fundo de olho e pressão intraocular. “Com a pressão controlada, o tratamento pode ter resultados satisfatórios e, se o descolamento não for muito intenso, até 4% dos animais podem voltar a enxergar sem cirurgia” esclarece.

Sobre o Hospital Veterinário Pet Care

Fundado em 1990, o Hospital Veterinário Pet Care oferece a mais completa estrutura de atendimento clínico, cirúrgico e diagnóstico para pequenos animais. Seu corpo clínico é constituído por mais de 80 veterinários e especialistas altamente qualificados, com formação nas melhores escolas de Medicina Veterinária. Com atendimento 24 horas para casos emergenciais, o hospital atende a diversas especialidades (entre elas cardiologia, neurologia, ortopedia, endocrinologia e dermatologia) e conta com equipamentos de diagnósticos de última geração, plano de saúde próprio (com direito a tratamento periodontal), salas de internação e Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A rede Pet Care possui quatro unidades na capital paulista: Morumbi, Ibirapuera, Pacaembu e Tatuapé.



Serviço:

Hospital Veterinário Pet Care

www.petcare.com.br

Unidade Ibirapuera: Av. República do Líbano, 270 – São Paulo

Unidade Pacaembu: Av. Pacaembu, 1839 – São Paulo

Unidade Morumbi: Av. Giovanni Gronchi, 3001 – São Paulo

Unidade Tatuapé: Rua Serra do Japi, 965 – São Paulo



Redes sociais:

Blog: http://petcare.com.br/blog/

Twitter: http://twitter.com/hvpetcare

Facebook: http://www.facebook.com/hvpetcare

Trabalho voluntário de animais de estimação



Voluntários de uma Ong em São Paulo levam cachorros para visitar idosos em clínicas de repouso, e crianças em hospitais. Eles levam carinho e conforto para aqueles que precisam de apoio. O grupo Patas Therapeutas e a Greenpeace, também é pauta desta edição com o projeto de incentivo ao uso de energia solar nas escolas. E o documentário A Lei da Água é mais um destaque da atração.

A ciência comprovou que por meio do olhar os cães despertam o amor nas pessoas. É com essa relação que a Ong Patas Therapeutas trabalha junto a idosos e crianças hospitalizadas, para levar os benefícios dessa interação e ajudar na melhorar da qualidade de vida e, principalmente, da afetividade dessas pessoas.

A fundadora da Ong, Silvana Prado, conta que hoje eles contam com 52 cães, quatro gatos, um coelho e uma ave, que se revezam em sete instituições, entre abrigos, clínicas e hospitais, e que os resultados influenciam até na reabilitação e na autoestima. A fisioterapeuta Caroline Caruso, de uma clínica de idosos, atesta: “No dia que os cachorros vêm, eles comem melhor, ficam mais alegres durante o dia. A gente consegue interagir melhor com os idosos e isso é muito benéfico para o dia-a-dia deles”.

Com a ideia de inspirar os jovens na construção de uma sociedade movida à energia limpa, a Ong Greenpeace lançou a campanha Mais sol por um futuro melhor. A organização conseguiu mobilizar pessoas no Brasil todo para conseguir um financiamento coletivo. Com isso, instalou dois painéis foto voltaicos em duas escolas públicas. A proposta é utilizar o dinheiro que será economizado em energia para reinvesti-lo em atividades culturais e educativas dos alunos.

Fonte: Repórter Eco - é apresentado pela jornalista Márcia Bongiovanni. Integrante do jornalismo da TV Cultura de São Paulo, está no ar há 23 anos. É exibido aos domingos, às 17h30, com reexibição aos sábados, às 8h05.

Planet Dog Resort cita alguns cuidados que os “pais” devem ter na hora de escolher um Pet para seus “filhos”

Empresa especializada em serviços para pet explica alguns cuidados que se deve ter na hora de escolher o local onde seu amiguinho ficará

Manter seu peludinho bem cuidado não se define em apenas às idas regularmente ao veterinário. Os demais cuidados com a higiene do seu amiguinho, além do banho e da tosa, são muito importantes, fazendo com os pets shops também façam parte da rotina do cãozinho e de seus donos.

Na hora de escolher um lugar para o seu melhor amigo, é importante ficar atento se o local será realmente benéfico e cumprirá com as suas exigências. As opções são muitas, e por isso é importante escolher um ambiente que não prejudique a saúde e qualidade de vida do seu pet.

“Algumas pessoas acabam levando o seu peludinho ao pet que estiver mais perto da sua casa, que seja mais fácil na hora de levar e buscar. Porém, há um problema com isso, pois as pessoas não podem simplesmente colocar o animalzinho em qualquer lugar. É muito importante que se faça uma boa pesquisa sobre o estabelecimento”, explica a veterinária do Planet Dog Resort, Amanda Martins.

Segundo ela, o primeiro detalhe a ser observado é a limpeza do local. Verifique se é um local recomendado, se há toalhas brancas e esterilizadas, onde os profissionais acomodam os pets e aspectos dos funcionários.

Um ponto importante é quanto a frequência do banho. Os pets menores que vivem dentro de casa costumam tomar banhos quinzenais ou até semanalmente. Já para os cachorros maiores, que não têm contato com ambiente íntimo da casa, o prazo pode ser de 15 a 30 dias. A falta de banho pode prejudicar o animalzinho devido ao excesso de bactérias que ficam na pele.

Shampoos, tinturas e até perfumes para cães são oferecidos, em praticamente todos os pets shops, mas é preciso discernimento para utilizá-los no cãozinho. Alguns desses cosméticos são indicados para tratamento de problemas de pele, e são muito bem aceitos quando ajudam nesta terapia, porém os outros tipos de produtos que têm a função apenas de limpeza ou higiene podem ser utilizados, desde que haja orientação de um veterinário e sejam específicos para os peludinhos.

Quanto ao produto ideal, é muito raro que os cães desenvolvam alergia aos shampoos usados no pet shop. Mas fique de olho para checar se o local usa mesmo produtos desenvolvidos para cuidado animal, uma vez que tem cãezinhos alérgicos a perfume e determinados cosméticos. Alguns peludinhos não suportam que caia esses produtos em seus olhos, pois além de incomodar pode desenvolver úlcera de córnea. Para cada bichinho há uma especificação na hora do banho e tosa.

É muito importante questionar os donos e responsáveis pelo estabelecimento sobre as capacitações técnicas das pessoas que estão envolvidas diretamente no cuidado do peludinho. Uma visita surpresa, alguns momentos antes da hora marcada para retirar seu “filhinho”, também pode ser um recurso interessante para saber realmente o que acontece no local.

“Sou mãe de um peludo também e trato todos os meus hospedes como gostaria que o meu fosse tratado. É importante que as famílias visitem, questionem e observem a forma como trabalham, pois somente assim poderão avaliar a seriedade que o estabelecimento transmite. É essencial saber se o lugar é adequado ao seu melhor amigo e ficar de olho em seu comportamento na volta para casa. Se notar que ele sempre chega estressado ou não gosta do lugar aonde vai, tente achar outro onde ele se sinta melhor”, comenta a proprietária do Planet Dog Resort, Luciana Praxedes.

Sobre o Planet Dog Resort:

O Planet Dog Resort foi criado em 2010 especialmente para os donos que adoram seus cães e querem o melhor para eles. O Resort oferece os serviços de Daycare (creche para cachorros), hotel, SPA e adestramento e conta com profissionais especializados que monitoram os cães durante toda a estadia.

Com localização privilegiada, no bairro do Brooklin, é procurado não somente por pessoas do bairro, mas também por donos de cães de toda a cidade e até turistas. Com intuito de integrar educação com diversão, o Planet Dog Resort não impõe nada para os animais, e sim oferece as atividades. Porém, se preocupam e prezam pelas regras essenciais como o horário das refeições e a higiene antes de ir embora.

Serviços disponíveis para os pets no Planet Dog Resort:

Daycare (creche): Feita exclusivamente para o cão passar o dia brincando, enquanto o dono está trabalhando ou ocupado com outros assuntos, onde não possa tê-lo como companhia.

Hotel (hospedagem): Muito mais que um hotel, o Planet Dog oferece uma área de 1.500m² especialmente preparadas para os cães. Com uma ótima infraestrutura para férias bem aproveitadas os animais não ficam em gaiolas nem tão pouco em um ambiente parecido com canis, todos ficam soltos e livres para irem onde quiserem.

SPA: Se o cachorro está precisando perder alguns quilos, ficar mais forte ou simplesmente continuar sadio e feliz, o SPA do Planet Dog Resort é o lugar perfeito. Equipados com piscina e esteira, o serviço é ótimo para quem deseja ver o animal de estimação em forma (sujeito a avaliação veterinária).

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Pet South America recebe Congresso Paulista das Especialidades

Congresso receberá renomados especialistas nacionais e internacionais abordando temas atuais e inéditos

A Pet South America, principal plataforma de negócios e soluções do setor pet e veterinário do Brasil e América Latina, receberá nesta 14ª edição o Congresso Paulista das Especialidades, que ocorrerá entre os dias 27 e 29 de outubro, no Expo Center Norte, em São Paulo. Organizado pela Sociedade Paulista de Medicina Veterinária (SPMV), o congresso, que apresenta um conteúdo altamente qualificado sobre diversas especialidades que hoje integram a medicina veterinária, terá como patrona a Prof. Dra. Mitika Kuribayashi Hagiwara. A conceituada profissional tem longa experiência na Clínica de Pequenos Animais (Cães e Gatos), principalmente em relação a Imunologia e Hematologia nessas espécies. Atualmente é Professora Sênior da USP e pesquisadora Responsável pelo Grupo de Pesquisa em Patologia Clínica Veterinária (FMVZ-USP).

Com uma grade composta por mais de 20 especialidades, o Congresso Paulista das Especialidades contará com aproximadamente 120 renomados palestrantes, que participarão dos três dias de palestras no congresso. Estão entre os palestrantes: Profa. Dra. Mitika Hagiwara, MV. Luis Fernando de Moraes, Prof. Dr. Márcio Antônio Brunetto, Profa. Dra. Daniela Ramos, Prof. Dr. Kaleizu Rosa, Prof. Dr. Archivaldo Reche Júnior. Entre os palestrantes internacionais destacam-se Dr. André Shih da University Of Florida – College Of Veterinary Medicine, Chen Gilor da The Ohio State University e Shir Gilor da The Ohio State University.

No Congresso, temas como Anestesiologia, Cardiologia, Diagnóstico por Imagem, Endocrinologia e Metabologia, Nefrologia e Urologia, Neurologia, Oncologia, serão abordados. “É com grande satisfação que recebemos o Congresso Paulista das Especialidades nesta 14ª edição da Pet South America. Ele é uma das ferramentas da feira para oferecer ao público um ambiente completo, que traduz a nossa missão de criar experiências, conectar pessoas e compartilhar conhecimento,” comenta Ligia Amorim, diretora geral da NürnbergMesse Brasil, organizadora da Pet South America.

A Pet South America também receberá atividades paralelas composta por palestras que abordam importantes temas, paralelamente ao Congresso Paulista das Especialidades. O ‘II Encontro de Terapeutas do Comportamento Animal’ integrará disciplinas e abordará discussões sobre terapia comportamental dos animais. Pela primeira vez no evento, o ‘Ciência de Animais de Laboratório’ apresentará temas como analgesia e anestesia, responsabilidade técnica em biotérios e o ensino da Ciência de Animais de Laboratório. Na sala de ‘Animais Aquáticos’, especialistas abordarão temas para promover a capacitação de veterinários envolvidos com a fauna marinha.

14ª edição da Pet South America

Data: 27 a 29 de outubro de 2015
Horário: 13h às 21h
Local: Expo Center Norte - Rua José Bernardo Pinto, 333 - Vila Guilherme, São Paulo – Pavilhão Vermelho.

www.petsa.com.br

Sobre a NürnbergMesse BrasilResponsável por promover os mais importantes encontros de fornecedores, distribuidores e revendedores do país em suas feiras de negócios, a NürnbergMesse Brasil é uma subsidiária do Grupo NürnbergMesse e uma das maiores empresas internacionais organizadoras de eventos e exposições no Brasil. A companhia movimenta diversos segmentos da economia nacional, com alto nível de profissionalismo e competência. Os principais eventos são Analitica Latin America, BIOFACH América Latina, FCE Cosmetique, FCE Pharma, Glass South America, it-sa Brasil e PET South America.

Sobre o grupo NürnbergMesse

O Grupo NürnbergMesse é uma das 15 maiores empresas organizadoras de feiras do mundo e está entre as dez maiores empresas da Europa. O portfólio inclui mais de 120 feiras e congressos internacionais em Nuremberg (Alemanha) e em todo o mundo. Anualmente, cerca de 30 mil expositores (39% internacionais) e mais de 1,4 milhão de visitantes (22% internacionais) participam dos eventos organizados pelo Grupo NürnbergMesse, que está presente por meio de suas subsidiárias na China, América do Norte, Brasil, Itália e Índia. O Grupo NürnbergMesse possui uma rede com cerca de 50 representantes que operam em 100 países.

sábado, 6 de junho de 2015

Gourmet: petisco premium para um cão saudável

Linha exclusiva de petisco BioDog, feita a base de filé de frango, diverte seu cão de forma saudável

Todo mundo gosta de um bom petisco, principalmente se ele for saudável e saboroso. Para os cães, os petiscos têm o papel importante de distrair e divertir, além de ser uma forma de seu dono expressar cuidado e carinho. Você sabia que é possível encontrar petiscos Premium e naturais, também para seu cãozinho?

Com mais de dez anos no mercado pet, a BioDog possui a Linha BioDog Gourmet, inédita no Brasil e composta por cinco petiscos naturais, produzidos com peito de frango desidratado, ricos em proteína, com baixo teor de colesterol e gordura, além de ser livre de conservantes artificiais. Preocupada com a saúde e bem-estar dos cães, a linha foi elaborada de forma criteriosa, enriquecida com produtos de qualidade.

Isso quer dizer que seu cão também pode comer petiscos Premium e naturais, para uma vida mais divertida e saudável.

Os produtos da BioDog estão à venda nos principais PetShops da cidade, grandes lojas e lojas virtuais do segmento pet. Você encontra a linha BioDog Gourmet hoje disponível por R$ 14,90. Não deixe seu cão fora dessa!

Sobre a BioDog

A BioDog é uma marca da BioPet, empresa do Grupo Adeste que tem mais de 60 anos de tradição e mais de dois mil colaboradores. A BioPet, inaugurada em 2003 em Botucatu (SP), é fabricante de snacks naturais para cães, possui um rígido padrão de qualidade e a mesma segurança exigida na indústria alimentícia humana. Em seu portfólio há ossos, snacks de carne desidratada e bifinhos, que proporcionam benefícios aos cães, por meio do estímulo à mastigação, como a limpeza mecânica dos dentes e o auxílio na prevenção do tártaro. Os snacks podem ser usados como agrado ou recompensa, em momentos de lazer ou adestramento.

Para mais informações, acesse:

www.biodog.com.br
www.biodoggourmet.com.br
facebook/biodogbrasil
instagram: @biodog_oficial

terça-feira, 2 de junho de 2015

Fórmula Maracujá: sossego na medida certa!

Elaborada com ingredientes naturais, a fórmula auxilia no controle da agitação e da ansiedade de cães e gatos

Latir e chorar incessantemente, destruir objetos, fazer xixi e cocô em lugares impróprios e babar e lamber as patas sem parar. Muitos pets sofrem, juntamente com seus donos e vizinhos, por comportamentos como estes. O que poucas pessoas sabem é que existe, sim, solução para situações que tornam o dia a dia desgastante.

Antes de começar qualquer tratamento é importante identificar qual é a origem dos problemas. Algumas causas podem ser enumeradas para isso: a ansiedade de separação, a hiperatividade, a mudança de ambiente, viagens, a chegada de um novo animal na família ou até uma simples visita de rotina ao veterinário.

Para estas situações, a Botica Animal tem uma dica natural para acalmar o peludo: a Fórmula Maracujá. Livre de conservantes sintéticos, o produto é elaborada à base de frutas, verduras, plantas e leveduras de cultivo controlado que são combinadas entre si para potencializar os efeitos benéficos para os animais.

Segundo Ana Cristina Osiro, médica veterinária da Botica Animal, a fórmula auxilia no controle da agitação excessiva e da ansiedade dos pets por meio de um composto natural e sem contraindicação. “O maracujá tem bastante efeito no equilíbrio emocional de pets estressados, de pouca sociabilização e medrosos”, afirma.

Calminho

Vendida em pó (adicionado à ração ou à água, para formar uma pasta) ou em comprimidos, a fórmula agrada a cães e gatos por ser altamente palatável.

Conheça os ingredientes e seus benefícios:

Maracujá: considerado um calmante natural, o maracujá possui propriedades ansiolíticas (atuando contra irritabilidade e hiperatividade) e antiespasmódicas (que suprime a contração do tecido muscular liso, promovendo conforto digestivo para ajudar a acalmar o animal). Também melhora a concentração do pet para o adestramento e a realização de exercícios. Além disso, é fonte de vitaminas A, C e do Complexo B.

Extrato de alcachofra: facilita a digestão que pode ser uma das causas da ansiedade, estimula o fígado e aumenta a liberação da bile, promovendo a eliminação de toxinas e a regulação do intestino.

Levedura de cerveja: é considerada um modulador do sistema imunológico por estimular as defesas naturais, além de ser fonte de vitaminas do complexo B, minerais e proteínas.

Sobre a Botica Animal

A Botica Animal surgiu a partir da busca do seu fundador, Fernando Pires, por alternativas naturais para o tratamento de suas três cachorras: Aurora, Chica e Carlota. Recorrentemente, elas apresentavam problemas de pele e digestivos, além de crises de ansiedade.

A partir do trabalho de pesquisa de uma equipe de médicos veterinários foram desenvolvidas as primeiras fórmulas da Botica Animal, com substâncias já reconhecidamente benéficas, buscando prevenir, auxiliar a tratar os problemas de saúde mais comuns nos animais.

O termo “botica” refere-se ao local onde tradicionalmente se preparava e vendia produtos para saúde, especialmente os manipulados e formulados com plantas medicinais. Daí vem o nome Botica Animal.


Acesse: www.boticaanimal.com.br

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Estudo eletrofisiológico em pequenos animais

Hospital Pet Care realiza primeiro estudo eletrofisiológico em pequenos animais na América Latina para descobrir causas da arritmia cardíaca

Equipe veterinária do hospital Pet Care fará um estudo eletrofisiológico no coração de um cão com auxilio de médicas eletrofisiologistas hoje, dia 2, na unidade Morumbi

Um procedimento inédito na América Latina será realizado hoje (02), pela equipe veterinária do hospital Pet Care com o auxílio do chefe do setor de arritmia do Hospital Albert Einstein. O procedimento será realizado em um cão, que veio do Rio de Janeiro somente para a operação, trata-se de uma cirurgia micro invasiva, via cateter, para descobrir qual parte do músculo cardíaco está alterado, causando uma arritmia. Assim que localizado, os veterinários farão a ablação do foco da arritmia.

A equipe que participará do procedimento é composta, a princípio, por três veterinários cardiologistas e três médicos cardiologistas. Os profissionais têm o intuito de encontrar o ponto defeituoso de condução elétrica do músculo cardíaco e tentar destruí-lo. Além de controlar os riscos que poderão aparecer durante o processo.


Estudo eletrofisiológico


Consiste na introdução de cateteres em locais específicos do coração para, assim, encontrar e estudar os defeitos no sistema do órgão. O estudo também permite descobrir o local de origem da arritmia cardíaca do animal ou pessoa, sendo muito importante para expor as causas das palpitações e também de desmaios.


Sobre o Hospital Veterinário Pet Care


Fundado em 1990, o Hospital Veterinário Pet Care oferece a mais completa estrutura de atendimento clínico, cirúrgico e diagnóstico para pequenos animais. Seu corpo clínico é constituído por mais de 80 veterinários e especialistas altamente qualificados, com formação nas melhores escolas de Medicina Veterinária. Com atendimento 24 horas para casos emergenciais, o hospital atende a diversas especialidades (entre elas cardiologia, neurologia, ortopedia, endocrinologia e dermatologia) e conta com equipamentos de diagnósticos de última geração, plano de saúde próprio (com direito a tratamento periodontal), salas de internação e Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Serviço:

Hospital Veterinário Pet Care
www.petcare.com.br
Unidade Ibirapuera: Av. República do Líbano, 270 – São Paulo
Unidade Pacaembu: Av. Pacaembu, 1839 – São Paulo
Unidade Morumbi: Av. Giovanni Gronchi, 3001 – São Paulo
Unidade Tatuapé: Rua Serra do Japi, 965 – São Paulo

Dez sinais que indicam que há algo errado com o cão



Falta de apetite, dificuldade para se movimentar, urina em excesso, entre outros males, podem sinalizar doença, esclarece a veterinária Karina Mussolino, da Pet Center Marginal/Petz

Como crianças, cães não sabem falar quando estão doentes, mas sempre sinalizam de alguma forma. A rede Pet Center Marginal/Petz elencou alguns sintomas que indicam algo errado. Veja quais nas explicações da médica veterinária Karina Mussolino, gerente técnica das clínicas do Petz.

Amuados e escondidos
Em geral, eles escolhem um lugar da casa para se esconder, se afastar, porque não se sentem bem. É importante que o tutor preste atenção, pois não se trata de uma brincadeira.

Urina em lugares inusitados e em quantidades maiores

Aqueles acostumados a passeios podem urinar em casa em dias de chuva porque não puderam aliviar-se na rua. Muitos idosos sofrem de incontinência urinária, mas neste caso a urina fora do lugar demarcado pode ser sintoma de diabetes ou algum tipo de infecção urinária ou males renais.

Letargia, sem vontade de brincar e com respiração ofegante
Como os humanos, quando não se sentem bem, os cães perdem energia pra brincar. Ficam mais sonolentos e tristes.

Vômitos

É comum que os animais vomitem uma vez ao outra por algo que tenham comido, mas várias vezes no mesmo dia, pode ser sinal de uma grave intoxicação que exige a procura imediata de socorro médico. Há casos de envenenamento que começam dessas forma.

Diarreia
É um problema grave que pode indicar uma série de doenças, além disso desidrata o animal. Podem indicar infecções provocadas por parasitas, intoxicações e até problemas gastrointestinais, curiosos muitos cães costumam comer o que enxergam na frente. Se houver sangue nas fezes, o a atenção deve ser dobrada.

Falta de apetite
Se perceber que o cão não está comendo, o tutor deve levá-lo imediatamente ao veterinário. A vontade de não comer pode sinalizar febre (provocada por algum vírus), dor e estresse. Não perca tempo e leve o bichinho ao centro veterinário o quanto antes.

Tosse
A tosse crônica, aquela que dura semanas, pode indicar problemas cardíacos, doenças pulmonares ou infecções respiratórias. Em filhotes, todo cuidado é necessário porque ela pode evoluir para uma pneumonia.

Perda de pelo
Pulgas, carrapatos e sarna são as principais causas da queda de pelo nos cães. Mas também podem indicar problemas endocrinológicos, fungos ou até infecção por estafilococos. Dependendo da avaliação do médico veterinário, um teste hormonal pode ser exigido para ajudar a avaliar o quadro.

Dificuldade para andar, pular e até se levantar
Isso pode sinalizar problemas no quadril e na coluna. Além de rompimentos nos ligamentos ou até hérnia de disco. Cães muito obesos costumam sofrer de dores pelo próprio excesso de peso. Há ainda a artrite que ataca cães mais idosos.

Aumento do volume do abdômen e gases, palidez da mucosa gengival e angústia respiratória
Acompanhada de náusea, inquietação, sensibilidade no abdômen ao ser tocado, secreção excessiva de saliva e palidez da mucosa gengival, a torção gástrica, doenças mais comum em animais de grande porte pode ser fatal. Na verdade, ocorre uma dilatação do estômago, seguida da torção desse órgão sobre si mesmo, levando à intensificação da fermentação e aprisionamento de gás e alimento em seu interior. Pode ser causada pelo ingestão excessiva de alimentos ou água. Se o animal não for socorrido rapidamente, pode morrer dentro de poucas horas (6 a 12 horas). O ideal é oferecer ao animal pequenas porções de alimento e evitar exercício após refeição.

Sobre o Pet Center Marginal - Petz Maior rede de pet shops e centros veterinários e estéticos do país, o Pet Center Marginal está mudando de nome, passará a se chamar Petz. Por enquanto a nova marca foi lançada no Rio de Janeiro, Distrito Federal e Goiânia, gradativamente será implementada em todas as 28 lojas da rede, hoje presente em 13 cidades distintas, incluindo São Paulo e litoral, Grande São Paulo e Interior. As unidades oferecem um mix de 20 mil produtos, como roupas, acessórios, brinquedos, alimentos, centro de estética com banho e tosa e uma série de produtos exclusivos. As lojas da rede são divididas em Pet Safari, com aves, roedores e peixes, espaço de venda para produtos, setor de aquarismo, farmácia veterinária, clínicas veterinárias, venda de filhotes e espaço para feiras de adoção que acontecem nos finais de semana. O grupo também conta com centro veterinário de alta complexidade, na avenida Pacaembu, 1.140, em São Paulo, onde há centro cirúrgico, UTI, sala de internação com serviço onde o tutor pode se internar com o pet, além de exames de diagnóstico em equipamentos de última geração (raio-x digital, ultrassom com doppler). A Pet Center Marginal oferece ainda um programa de fidelidade no qual o cliente recebe 10% do valor de compras acima de R$ 150,00 para consumir no mês seguinte. A rede ainda cobre ofertas anunciadas pela concorrência e devolve a diferença. Uma série de projetos sociais são mantidos ou apoiados pelo grupo, como o “Eu Alimento Animal Carente”, que reverte parte dos alimentos vendidos às ONGs apoiadas por cada megalojas. Já no projeto “Meu Novo Amigo”, as unidades oferecem um espaço aos finais de semana para ONGs realizarem feiras de adoção.

2° SP Dog Run recebe 5.000 pessoas no estacionamento do Shopping SP Market

No último domingo (12), a segunda edição do evento reuniu corredores e seus cães para um domingo divertido, com muitas atrações e sorteios durante e após as provas Cãorrida e Cãominha
Na manhã do último domingo (12), a segunda edição do evento SP Dog Run reuniu cerca de 1.500 competidores e seus cães, e outros 3.500 acompanhantes, no estacionamento do Shopping SP Market para uma divertida corrida com seus cães. Ambos os percursos, Cãorrida e Cãominhada, foram de 2 km cada e montados no estacionamento do shopping.

A Cãorrida teve início pontualmente às 8h30. O vencedor da categoria masculina foi o César Miguel Momesso Santos e seu cão sem raça definida. Os dois concluíram o percurso em apenas 5m e 40s. Já na categoria feminina, a vencedora foi a Adriana Overgoor e seu pet também SRD. O percurso da dupla foi realizado em 7m e 52s.



A Cãominhada também teve seu início pontualmente às 9h. Nesta modalidade, podiam participar mais pessoas da família com apenas um animal, ou uma pessoa com mais cães, diferente da Cãorrida, cujo regulamento só permite a participação de uma pessoa com um cachorro.


Atrações e segurança

Após as provas, os tutores e seus animais puderam participar de vários sorteios, no qual foram presenteados com sacos de ração Premium, kits com guloseimas e brinquedos, todos oferecidos por empresas parceiras. O evento também contou com a “Tenda Pet Fashion”, com exposição de roupas e acessórios, e a “Tenda Pet Gourmet”, com comidinhas especialmente desenvolvidas para os cães.

Toda a estrutura do evento também foi pensada para oferecer segurança e conforto aos participantes. As provas foram acompanhadas por uma equipe médica que incluiu especialistas em saúde animal e humana.

Sobre a Pet Party
Fundada em 2008 pela publicitária Carla Zajdenwerg, a Pet Party é uma empresa especializada em organizar eventos voltados para animais de estimação e seus donos. A proposta surgiu da ideia de unir dois universos que a empresária compartilha – a experiência de 10 anos na organização de eventos sociais e corporativos, e o amor pelos animais. Pioneira no mercado pet, a Pet Party é referência na organização de festas de aniversário, casamentos, encontros para cães, entre outros eventos, sempre trabalhando com buffet, decoração e locação de espaços exclusivos para melhor atendê-los. Também foi pioneira em trazer para o Brasil eventos esportivos - corridas e caminhadas - para pets e seus donos.



Sobre a SportsFuse

A SportsFuse é uma empresa especializada na organização de eventos e competições esportivas, sendo que seu principal objetivo é proporcionar conforto, qualidade e segurança aos participantes das mais diversas modalidades. Em 2014, a SportsFuse completa 11 anos de atividades em todo o Brasil, oferecendo sempre as melhores condições de apoio e estrutura para os atletas que desejam alcançar seus melhores resultados em nossos eventos.

Pet Center Marginal muda de nome e inaugura primeira loja conceito Petz em São Paulo

A nova marca estreia em grande estilo com loja no bairro do Morumbi, incluindo aquário com 8 mil litros, centro estético, espaço para filhotes e clínica veterinária com equipamentos de última geração
A primeira loja do Petz em São Paulo abre suas portas nesta quinta, 30 de abril, no bairro do Morumbi, marcando a mudança de nome da rede Pet Center Marginal. Somando 27 unidades da empresa no País, a abertura da nova loja é o ponto de partida de uma nova fase na história da maior rede de pet shops, centros veterinários e estéticos; que busca alcançar 100 lojas no Brasil dentro dos próximos seis anos – adaptando-se a novos conceitos que beneficiam clientes, pets e colaboradores.
Localizada na Rua Aureliano Guimarães, nº 201, (esquina da Av. Giovanni Gronchi, junto a Smartfit), o espaço com 1.300 m² - assinado pelo renomado arquiteto Julio Takano - convida o consumidor para um passeio agradável e cheio de novas experiências. 
“O projeto da megaloja destaca uma ambientação aconchegante, que aproveita a iluminação natural e toda a nossa expertise de 12 anos de atividade no setor, oferecendo ao cliente uma comunicação visual organizada e que facilita a localização do produto desejado entre os mais de 10 mil itens da loja", descreve Sergio Zimerman, presidente do Grupo Petz.
Fotos: Divulgação/Marcelo Barabani

Para agilizar o processo, a loja é dividida em mundos diferentes – contando com setores exclusivos para cães, gatos, filhotes, aquarismo e Vila dos Pets (com aves, coelhos e roedores). "Todo o layout foi pensado justamente para facilitar a vida do cliente, inclusive com conteúdo educativo espalhado de diversas maneiras. Um dos grandes diferenciais é que temos pets por toda a loja, e trabalhamos o conceito de incluir mais vida na experiência das pessoas", resume Zimerman.
Com uma densidade populacional importante, o bairro do Morumbi foi o escolhido para abrigar a primeira de oito lojas Petz que serão inauguradas no País até o fim de 2015 – dando continuidade ao plano de expansão iniciado em 2012, que já somou 16 novas unidades à rede. Triplicando seu faturamento no mercado ao longo dos últimos quatro anos, a marca que agora assume o nome Petz já fatura R$ 340 milhões anuais, provando que o setor e a rede ainda têm muito a crescer.
Carinho e cuidados especiais
Todo o Centro de Estética é envidraçado, permitindo que o processo de banho e tosa seja acompanhado, enquanto é realizado pelos experientes banhistas e esteticistas da família Petz - que recebem treinamentos e atualizações administradas por ninguém menos que o groomer mais premiado do mundo e favorito entre as celebridades: William Galharde, gerente do Petz Estética.
Para atender a demanda geral da rede, o espaço (de 100 m²) permite o banho de até seis pets ao mesmo tempo, dando maior agilidade ao serviço. "Além das unidades individuais de banho e máquinas de secagem, há serviço de ofurô destinado aos tratamentos estéticos exclusivos do Petz, incluindo escovas de argan e chocolate, banho de lama do Mar Morto, patacure (corte e pintura de unhas) e tosas que já são tendência no mundo pet: como militar, japonesa e bebê", conta Galharde.
Recebendo os bichinhos de estimação de forma diferenciada, o Petz Estética conta com colaboradores familiarizados com técnicas de comportamento animal – amenizando o medo e a desconfiança que alguns deles sentem na hora do banho ou da tosa. O corte das unhas, a escovação dos dentes, a limpeza dos ouvidos e dos olhos também fazem parte dos pacotes do centro de estética, e os secadores usados têm barulho amenizado para não incomodar ou assustar os pets.
Cantinho dos filhotes
O local que abriga os filhotes de cães e gatos se transformou numa grande maternidade, onde os "bebês" têm espaço ampliado para brincar, correr e socializar com o público, mas sem contato direto - preservando a saúde, já que não receberam as vacinas de acordo com a faixa etária.
"Os bebês do Petz vêm de canis responsáveis, e os nossos veterinários fazem visitas para checar as instalações e as condições do pet nesses locais. Além disso, passam por um check-up completo logo que chegam, recebendo as primeiras doses de vacinas, os medicamentos para verminoses e sendo castrados. Nós cuidamos do pet antes que ele seja acolhido por uma nova família, com todo cuidado e amor”, conta a Dra. Giulliana Tessari, gerente técnica de filhotes Petz.  
Os funcionários do setor também passam por cursos em que aprendem as características de cada raça para poder aconselhar os tutores e lembrá-los sobre a atenção especial que os filhotes exigem nesta fase – ressaltando que um pet só deve ser adotado se a família estiver certa dessa decisão e em condições de tratá-lo bem por todos os seus anos de vida.
Medicina veterinária de última geração
Além de equipamentos de última geração e da expertise de profissionais conceituados em todas as especialidades do ramo, o Petz Veterinária da unidade tem um espaço de triagem especial para evitar que os pets doentes entrem em contato com os demais. Para garantir maior agilidade em procedimentos de emergência, há duas entradas de acesso: uma pela loja e outra pelo estacionamento.
Com capacidade para realizar até mil atendimentos clínicos e cirúrgicos mensais, o centro conta com dois consultórios, sala de imunização e sala de administração de fluídos, além de um centro cirúrgico completo para atender diferentes espécies de animais; incluindo cães, gatos, peixes, aves, roedores, coelhos, chinchilas e furões.
Recebendo todos os pets com carinho e respeito, o Petz Veterinária engloba diferentes especialidades da medicina veterinária, como cardiologia, pediatria, oftalmologia e dermatologia; contando, ainda, com profissionais especializados em pets exóticos.
"Hoje, já há tratamentos como quimioterapia em casos de câncer, cirurgias ortopédicas diferenciadas e a gerontologia veterinária, dedicada aos animais idosos; sendo que antes de qualquer procedimento cirúrgico, o bichinho passa por um check-up de avaliação com exames de sangue e cardíacos. Também fazemos o uso de música clássica para acompanhar exames como o  eletrocardiograma, deixando o pet mais calmo e o exame mais preciso", conta Dra. Valéria Pires Corrêa, Diretora Técnica do Grupo Petz.
Outro detalhe que faz parte do programa de "humanização" do Petz Veterinária é o fato de que as visitas aos animais internados não precisam de horário marcado. "Nosso foco é a saúde, o bem-estar e a recuperação breve do pet, e os animais internados que têm visitas mais frequentes do seu dono recebem alta mais rápido", explica Dra. Valéria. 
Aquarismo


O espaço do aquarismo dentro da unidade conta com 9 metros lineares de bateria de peixes, e também apresenta um corredor que é um show à parte, destacando espécies marinhas e de água doce. “Teremos um aquário diagonal desenhado especialmente para a nova loja, que possibilita uma visão ampla e bem diferente dos peixes - com cerca de 1,50m de largura; 2,30m de altura; e capacidade para 8 mil litros de água", detalha o veterinário Rodrigo Lopez, responsável pelo setor de aquarismo da rede.
Considerado um dos mais populares no segmento (principalmente por causa do filme Procurando Nemo), o Peixe Palhaço estará ainda mais presente e disponível para o público que visitar a loja – e que pode encontrar, ainda, peixes de diversos países como Brasil, Indonésia, África e Austrália.
Vila dos Pets
Um dos espaços preferidos da garotada e dos adultos - por causa de roedores como hamsters e chinchilas, de aves de espécies diversas e de pets como furões e coelhos - chega repaginado na nova loja.  Segundo a Dra. Mariana Pestelli, gerente técnica do Safári Petz, os viveiros são mais espaçosos e a ambientação remete ao habitat natural desses pets, havendo até um ambiente em que as aves podem interagir com o público.
"Sempre estamos disponíveis para esclarecer as dúvidas e deixar explícito quais são as necessidades desses pets. A Chinchila, por exemplo, é um bichinho que está acostumado ao frio e requer um espaço arejado, com temperaturas mais baixas para que possam ter qualidade de vida", explica Mariana.
Eventos de adoção
Um local especial foi selecionado para abrigar os eventos de adoção que são fruto das parcerias do Petz com ONGs, e que já conseguiu um novo lar para mais de 3 mil bichinhos.
"Adotar é o primeiro passo para validar a posse responsável: uma chance única para pets abandonados e que sofrem com o descaso. Ao contrário do que alguns pensam, pets adultos também podem ser uma excelente escolha, pois além de acolhidos, podem ser treinados e se acostumam com o dia-a-dia do cliente", comenta a Dra. Giulliana Tessari, que também é coordenadora do programa de adoção da rede.
De acordo com o presidente do grupo, o espaço para adoção recebeu investimento especial nas parcerias com as ONGs, incluindo uma divulgação maior para que as pessoas conheçam o projeto. "Acreditamos que esse trabalho social é de extrema importância para conscientizar a sociedade sobre posse responsável; e nos eventos de adoção (que acontecem todos os fins de semana), parte do nosso espaço se adapta para receber os pets", explica Zimerman.

Sobre o Petz
O Pet Center Marginal está mudando de nome, agora se chama Petz - Seu Pet Center de Estimação. Na estratégia de expansão nacional, a nova marca foi lançada no Rio de Janeiro, Distrito Federal e Goiânia, e será implantada em todas as 28 lojas da rede, hoje presente em 13 cidades, incluindo São Paulo Capital, Litoral e Interior. Nossas unidades oferecem um mix de 20 mil produtos, como acessórios, brinquedos e alimentos, além de serviços especializados de banho e tosa, centro veterinário e farmácia para pets.
Os clientes podem circular junto aos pets do Safari, com aves, roedores e peixes, Aquarismo e Filhotes. Aos fins de semana apoiamos e realizamos eventos de adoção em todas as nossas lojas com ONGs parceiras. O Petz oferece ainda um programa de fidelidade no qual o cliente recebe até 10% do valor de compras acima de R$ 150,00 para consumir no mês seguinte. A rede ainda cobre ofertas anunciadas pela concorrência e devolve a diferença acrescida de 20%. Venha conhecer! www.petz.com.br

07/05 - Dia Nacional da Saúde Ocular: Cães sofrem de glaucoma

A doença também afeta os pets, é importante que o tutor reconheça o mal para evitar a perda da visão nos dois olhos, alerta veterinária do Pet Center Marginal/Petz

Um das principais causas de cegueira em cães é o glaucoma, doença oftalmológica que se caracteriza por uma neuropatia óptica progressiva com o aumento da pressão intra ocular. Mais comum em determinadas raças (Cocker Spaniel, Basset Hound, Beagle, Shitzu, Husky Siberiano e Chow Chow) , mas sendo também resultado de traumatismos, inflamações e câncer, a doença exige atenção especial do tutor, alerta a médica veterinária Natalie Rodrigues, especialista em oftalmologia, da rede Pet Center Marginal/Petz.

Diferentemente do que acontece com os humanos,o glaucoma costuma ser diagnosticado em estágios avançados no animal, quando parte da visão já foi perdida. Segundo a veterinária, isso não significa, no entanto, que a doença não exija cuidados. "Pelo contrário, como provoca dor intensa, ela deve ser tratada para evitar que o animal sofra e para monitorar o olho que ainda não tem a doença”, informa a especialista.

Olhos avermelhados, mais fechados, pupilas dilatadas e opacidade de córnea são alguns dos sinais mais evidentes e comuns da doença que podem ser identificados pelo tutor.

A melhor maneira de preveni-la é com as visitas anuais do cão ao veterinário que consegue identificar o glaucoma em estágio inicial com o exame de fundo de olho e com o tonômetro - nome do aparelho que consegue medir a pressão dos olhos dos animais. Feito no próprio consultório, o teste não dura mais do que 50 segundos.

"Com colírio anestésico encostamos bem de leve o aparelho na córnea do paciente. Se diagnosticado precocemente, evitamos algumas das sequelas do glaucoma", avisa.

O olho do animal é formado por um líquido chamado de humor aquoso que está sempre sendo produzido e eliminado. Quando, por alguma causa, isso não ocorre, há aumento na pressão interna do olho, causando danos a uma série de estruturas oculares internas.

Os veterinários classificam o glaucoma em dois tipos: primário e secundário. O primário é mais frequente em determinadas raças. Já o secundário acontece quando algo impede a drenagem desse líquido, como inflamações, traumas oculares e até tumores.

Sobre o Pet Center Marginal - Petz Maior rede de pet shops e centros veterinários e estéticos do país, o Pet Center Marginal está mudando de nome, passará a se chamar Petz. Por enquanto a nova marca foi lançada no Rio de Janeiro, Distrito Federal e Goiânia e São Paulo (com loja conceito no Morumbri), gradativamente será implementada em todas as 27 lojas da rede, hoje presente em 13 cidades distintas, incluindo São Paulo e litoral, Grande São Paulo e Interior. As unidades oferecem um mix de 20 mil produtos, como roupas, acessórios, brinquedos, alimentos, centro de estética com banho e tosa e uma série de produtos exclusivos. As lojas da rede são divididas em Pet Safari, com aves, roedores e peixes, espaço de venda para produtos, setor de aquarismo, farmácia veterinária, clínicas veterinárias, venda de filhotes e espaço para feiras de adoção que acontecem nos finais de semana. O grupo também conta com centro veterinário de alta complexidade, na avenida Pacaembu, 1.140, em São Paulo, onde há centro cirúrgico, UTI, sala de internação com serviço onde o tutor pode se internar com o pet, além de exames de diagnóstico em equipamentos de última geração (raio-x digital, ultrassom com doppler). A Pet Center Marginal oferece ainda um programa de fidelidade no qual o cliente recebe 10% do valor de compras acima de R$ 150,00 para consumir no mês seguinte. A rede ainda cobre ofertas anunciadas pela concorrência e devolve a diferença.

ABSORVENTE PREMIUM PET SOCIETY® TRAZ PRATICIDADE PARA O DIA A DIA DO VETERINÁRIO



CAMPO CIRÚRGICO

Com o objetivo de oferecer soluções que facilitem a rotina do veterinário, a Pet Society® oferece ao mercado os Campos Cirúrgicos Absorventes Premium, um produto descartável, prático, higiênico, seguro e com fenestra adaptável. Ele apresenta camada impermeável, que isola o paciente, e camada absorvente extra e solda ultrassônica radial que retém sangue, líquido e secreções.

“O produto aumenta a antissepsia e diminui os riscos que são frequentes devido à incorreta esterilização do material usado durante o procedimento cirúrgico. É um material de valor acessível que chega ao mercado com a promessa de satisfação total do veterinário, que terá a certeza de utilizar um produto de qualidade e segurança dentro da sua clínica”, explica Salua Carolina Cataneo, médica veterinária e coordenadora da linha Clinical Pet Society®.

No quesito higienização e esterilização os Campos Cirúrgicos Absorventes Premium geram maior confiança tanto para o veterinário, quanto para o proprietário do pet, por promover uma cirurgia limpa e rápida – o animal não ficará com a pele manchada por fluidos ou sangue, devido a camada impermeável. “O veterinário tem a sua sala de cirurgia com o mínimo de sujidades, sendo mais rápida a higienização e preparação para o próximo procedimento.”, diz a especialista.

O produto faz parte do procedimento operacional padrão assim como os EPI (Equipamento de Proteção Individual) do veterinário, tal qual a técnica cirúrgica, a higienização e esterilização de todo material e sala cirúrgica. “Todas essas medidas visam minimizar os riscos causados por um procedimento, são medidas de assepsia, ou seja, para impedir que um determinado meio seja contaminado ou infectado.”, informa a médica veterinária.

Os Campos Cirúrgicos Absorventes Premium Pet Society® são uma solução inovadora ao mercado pet. O produto oferece segurança, qualidade e aperfeiçoamento da prática baseada em Halsted, que no ano de 1913 descreveu pela primeira vez sobre o Princípio Antisséptico da Prática Cirúrgica que são os cuidados para que todo o processo da cirurgia pré, trans e pós-operatória sejam feitos de maneira a diminuir os riscos de contaminação e infecção cruzada.

O produto é oferecido em dois tamanhos: M: 0,70 x 1,00 m com caixas de 8 unidades e o G: 1,00 x 1,20 m com caixas de 6 unidades.

SOBRE A PET SOCIETY®

A Pet Society® foi inaugurada em 2004 para oferecer produtos inovadores e de qualidade para a beleza e saúde animal, de alto desempenho e eficácia. Com uma fábrica moderna, que segue elevados padrões de qualidade, a Pet Society® é reconhecida por agregar valor aos diferentes negócios pet, oferecendo produtos seguros, inovadores e eficazes, de excelente custo/benefício. Isso tudo desenvolvido com muito respeito e cuidado pelo meio ambiente, pelos profissionais da área e, principalmente, pelos animais de estimação.

Para mais informações, acesse: www.petsociety.com.br

Acompanhe também no Facebook: facebook.com/psocietyprofissional

facebook.com/psocietyoficial

sábado, 2 de maio de 2015

Petplan traz expertise internacional para o crescente mercado Pet no Brasil


Líder mundial, marca investe em parceria com a companhia de seguros australiana QBE para inovar o segmento de saúde animal no País.

Com dimensões continentais, o Brasil concentra 58 milhões de cães e gatos que gastam anualmente R$ 16 Bi, este mercado aparenta estar acima de qualquer solavanco da economia. O processo de “humanização” dos animais de estimação e o decorrente surgimento de novas necessidades, nunca antes imaginadas, aliada à melhora no poder de compra das classes C e D, contribuíram para a recente explosão deste nicho.

De olho neste potencial, as empresas Petplan, maior seguro pet do mundo, e a QBE, uma das 25 maiores seguradoras do mundo, unem esforços e investimentos para oferecer uma gama de seguros saúde animal inéditos no Brasil. “Fomos pioneiros ao trazer o respaldo de uma seguradora para este segmento. Diferentemente de um plano veterinário ou de assistência, entregamos produtos regulamentados pela SUSEP – Superintendência de Seguros Privados. Isso traz muito mais segurança e garantia para o consumidor, que vai receber exatamente aquilo que foi contratado, de forma rápida e eficiente”, explica Marcello Falco, CEO da Petplan Brasil.

A paixão dos consumidores e a alta tecnologia aplicada no segmento são sinal de evolução, investimentos e preços em alta. “A chegada de um pet em casa, geralmente faz com que o dono se apaixone e gaste cada vez mais para vê-lo feliz, bonito e saudável, assim como os demais membros da sua família. A Petplan garante que as pessoas deem o melhor para os seus animais, além de evitar sustos na conta

veterinária, que pode ser muito alta dependendo do tratamento necessário”, afirma Falco.

Segundo dados da companhia de pesquisas Euromonitor, os números mundiais do setor são promissores, especialmente os relacionados aos mercados emergentes. O setor em geral deve crescer 3% em valor de mercado no mundo em 2014. E, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), apenas o mercado brasileiro deve crescer 8,2%.

A Petplan tem atualmente 10.000 segurados no Brasil e é credenciada pelos melhores hospitais 24h, clínicas e laboratórios. São mais de 400 profissionais atendendo todas as especialidades na grande São Paulo. “Amor aos animais, especialização em saúde e alta qualidade são os três pilares que fizeram de Petplan líder mundial no segmento com mais de 1 milhão de animais segurados nos Estados Unidos, Canadá, Europa, Oceania e Brasil”, destaca Falco.

Segundo o CEO, os desafios enfrentados na chegada ao Brasil podem ser concentrados em três pontos: garantir aos consumidores e, principalmente, aos veterinários que a iniciativa era séria. “Eles precisavam se sentir protegidos, saberem que não vamos deixá-los na mão, como foi o caso de tantos que quebraram por falta de experiência em saúde animal e recursos. E, para isso, ser uma seguradora é fundamental”, explica.

Um segundo ponto se refere ao respeito à conduta veterinária e a boa remuneração destes profissionais. “Apesar de oferecer reembolso, temos uma ampla rede referenciada e fazemos questão de remunerá-los bem. Para a clínica veterinária, seguro saúde é garantia de recebimento em dia certo e aumento no faturamento, já que o profissional tem liberdade de exercer o melhor da medicina veterinária, sem se preocupar com a capacidade financeira do dono do animal. Em outros países, a entrada da Petplan propiciou um aumento de até 50% no faturamento das clínicas”, esclarece Falco.

O terceiro ponto, e não menos importante, é oferecer produtos onde o consumidor, de fato, veja benefícios. “Com produtos bastante completos, oferecendo reembolso,

atendimento de urgência e emergência. Os seguros incluem consultas, vacinas, exames laboratoriais e de imagem, internações, cirurgias, parto, castração, vacinas, tratamento odontológico, acupuntura, fisioterapia e auxílio funeral. Os preços variam de R$ 59 a R$ 175 mensais e cada segurado tem até R$ 16.000 para gastar por ano com a saúde do seu pet. É um grande negócio, pois os sustos com acidentes e doenças são frequentes e podem ser maiores ainda na hora de pagar a conta”, afirma Falco.

Para que sejam admitidos no seguro Petplan, os cães devem ter no mínimo seis semanas de vida independente da raça e do porte. Após a entrada no plano, não há limites de idade para a permanência no mesmo. Ao contratar o seguro Petplan, o dono deverá levar seu cão para uma avaliação médica e microchipagem. “O implante de microchip é gratuito e muito importante para a identificação do animal, evitando fraudes e proporcionando maior agilidade e segurança na hora do atendimento veterinário”, complementa Falco.

Todos os serviços oferecidos pela Petplan são regulamentados pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) e o Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV).

www.petplan.com.br

terça-feira, 17 de março de 2015

VeggieBox oferece produtos de beleza livre de testes animais‏

Estima-se que mais de 100 milhões de animais sofrem e morrem em experimentos de laboratório todos os anos no mundo. Esse dado já é motivo suficiente para justificar a criação da empresa que une a conscientização em defesa dos direitos dos animais e o universo restrito dos cosméticos com selo vegano.

A VeggieBox , é pioneira em e-commerce por assinatura no Brasil e oferece produtos de beleza livre de crueldade animal. “O serviço é voltado para a mulher moderna e consciente, seja ela vegana, vegetariana ou simpatizante com a causa dos direitos dos animais”, afirma Samyra Cunha.

A ideia surgiu após perceberem uma carência em divulgação do mercado de cosméticos orgânicos e veganos e a dificuldade das empresas em comercializarem esses produtos pela falta de informação ao consumidor final. “No Brasil existem muitas marcas veganas que são pouco ou nada conhecidas. Queremos ajudar na descoberta desses produtos através do serviço de e-commerce que garante conforto e comodidade para os consumidores”, explica Samyra .

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

ESPECIALISTA DÁ DICAS DE TOSA PARA O VERÃO

Alguns cuidados básicos podem ser adotados no dia a dia para aumentar a sensação de conforto térmico dos animais de estimação
Com a chegada do verão e das altas temperaturas, é comum vermos cães deitados no piso frio, ofegantes e com a língua toda para fora. Nesta época é normal ficar em dúvida se devemos, ou não, tosar o animal para aliviar o calor que ele sente.
A pelagem atua como um isolante térmico e evita que o animal perca ou receba calor em excesso. Diferente dos humanos, cães e gatos não têm glândulas sudoríparas, que produzem suor para regular a temperatura corporal, sendo assim, a troca de calor deles é feita na respiração e nos coxins (almofadinhas das patas). Por esta razão os cuidados com a pele e a pelagem do seu pet devem ser redobrados durante o verão.
“Com a chegada do verão e dos dias mais quentes, devemos aumentar os cuidados com os nossos pets”, alerta Waldecir Silva, Groomer Referência e coordenador de estética da Pet Society®. Muitos acreditam que somente a tosa pode aliviar a sensação de calor do animal de estimação, mas Waldecir destaca que eles precisam do pelo para proteger a pele: “A tosa pode ser feita, mas se retirarmos todo o pelo do animal ele ficará desprotegido, podendo desenvolver sérios problemas de pele devido à exposição à luz solar”.
Alguns cuidados básicos podem ser adotados no dia a dia para aumentar a sensação de conforto térmico do animal. Banhos e hidratações mais frequentes, utilizando shampoos específicos para animais de estimação e escovação diária com Fluído Desembaraçador Mega para remover os pelos mortos e arejar a pele são medidas que ajudam a manter a saúde e a beleza da pele e pelagem. “Há tosas que diminuem o volume da pelagem e embelezam o animal sem prejudicar a proteção da pele, neste período de intenso calor. A escolha certa do tipo de tosa e de um profissional de confiança é essencial”, alerta Waldecir Silva.
Produtos como Spray Thermo Active ComplexIntense Repair System Liss-EaseFlash 90 Thermo Active Chocolat Complex, entre outros, ajudam na manutenção da pelagem e nutrem a pele, evitando os danos que o sol e o calor podem causar no animal, além de deixar nossos amiguinhos mais bonitos.
No verão também é importante oferecer, sempre, água fresca ao pet, evitar passeios em horários de calor intenso e não deixá-los sobre pisos muito quentes, uma vez que as patinhas podem queimar se o pet caminhar em calçadas e ruas superaquecidas pelo sol de verão.

SOBRE A PET SOCIETY®
Pet Society® foi inaugurada em 2004 para oferecer produtos inovadores, de qualidade e alto desempenho para a beleza e saúde de animais de estimação. Com uma fábrica moderna e que preza pelos padrões de qualidade, a Pet Society® é reconhecida por agregar valor aos diferentes negócios pet pela eficácia, segurança, inovação e respeito aos animais de estimação.
Para mais informações, acesse: www.petsociety.com.br
Acompanhe também no Facebook: facebook.com/psocietyprofissional