Assista nossos programas:

terça-feira, 23 de abril de 2013

Fanpage faz sucesso com perfis de cães e casos de adoção



BOB

FAGNO E OTTO

MAX DE GRAVATINHA

“Bob tem dois anos e é uma mistura de border collie e talvez com beagle, "por causa do marronzinho na orelha", conforme comentou a dona, nossa amiga Cida. Ela está com o novo galã do Max Pet Clube há cerca de seis meses, quando uma pessoa quis soltá-lo na Praça Julio de Mesquita, na região central de São Paulo. É bem brincalhão, mas não curte muito cães maiores que ele, prefere os baixinhos pra se divertir. E, claro, adora paquerar as bonitonas que aparecem nos seus caminhos diários pelo centro de sampa. Seja bem vindo, Bob, a casa é sua também!”. Esse é um dos perfis originais da fanpage Max Pet Clube.

Com um mês de lançamento, que aconteceu em 27 de março, a iniciativa comemora o alcance do projeto e engajamento provocado via Facebook em tão pouco tempo de atuação. Inspirada no beagle Max, do jornalista e criador da página Pedro Duarte, o trabalho voluntário é dedicado a divulgar perfis de cães do centro de São Paulo, com fotos e vídeos inéditos, além de conteúdos diversos como notícias do segmento, eventos, pedidos de adoção, tiras de humor envolvendo pets, dicas para cuidado com os animais e abordagens motivacionais.

O caso mais recente foi do beagle Otto, encontrado no domingo (21/04) perto do Minhocão, em São Paulo. A mobilização da fanpage gerou mais de 1.000 visualizações em poucos dias e dezenas de compartilhamentos, mas o dono não apareceu. Durante a semana passada, um dos fãs da página, Fagno Gabriel, demonstrou interesse e como o Otto estava em lar temporário, o caso foi resolvido no domingo seguinte (20/04), de modo que o cão ganhou nova casa com muito mais espaço para gastar a energia típica da raça.

A fanpage divulgou também a atitude da atriz Betty Gofman, que transformou sua casa no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, em uma espécie de lar temporário para cães abandonados. Betty calcula já ter encaminhado mais cem cães para adoção. “Aqui é como uma casa de passagem. Já tive cães que ficaram um ano e outros que só ficaram um dia. Mas dou carinho e cuido de todos eles e só entrego para adoção quando tenho certeza de que ficam bem”, conta.


O alcance orgânico e viral do Max Pet Clube também chama atenção. O post “Palavra de Cachorro” (16/04) surpreendeu com mais de 1.100 visualizações, enquanto o divertido “Mais um que faz arte e se entrega” (30/03) com quase 1.800 visualizações, mostra um cão que, repreendido pelo dono por “roubar” petiscos do gato, não consegue disfarçar e se entrega com flagrante cara de arrependido.

Além disso, a partir de mobilização dos fãs da página, o beagle Max, “que é o ‘garoto propaganda’ da causa, venceu o concurso Pet Star da fanpage Meu Amigo Pet, que possui mais de 1,3 milhão de fãs. Com recorde de votos, a foto eleita do Max, que é a mesma usada na capa do Max Pet Clube, está em divulgação até fim deste mês no blog de Meu Amigo Pet, cujo endereço é http://bit.ly/11dOVKF .


Sobre o autorPedro Duarte é jornalista graduado pela USP e especializado na cobertura do mercado de seguros. Atua como jornalista do Centro de Qualificação de Qualificação do Corretor de Seguros (www.cqcs.com.br) e da revista Segurador Brasil(www.editorabrasilnoticias.com.br), sendo responsável também pelo conteúdo do blog Seguro na Medida (http://seguronamedida.wordpress.com) e das fanpages Blog Seguro na Medida e Max Pet Clube.